Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quarta - 09 de Maio de 2018 às 19:20
Por: G1-MT

    Imprimir


Em levantamento feito pelo Ministério do Trabalho apontou a existência de fraudes em 93 seguros-desemprego pagos em 11 municípios de Mato Grosso, desde dezembro de 2016.

Ao descobrir as fraudes, o órgão conseguiu impedir que os pagamentos irregulares fossem feitos no estado, por meio do bloqueio de mais de R$ 463 mil.

Os pagamentos irregulares foram identificados sentre dezembro de 2016 e abril deste ano pelo sistema de Deteção e Prevenção à Fraude no Seguro-Desemprego (Antifraude). Todas as 93 fraudes bloqueadas em Mato Grosso foram na modalidade 'emprego formal'.

De acordo com o Ministério do Trabalho, criminosos estavam desviando recursos do benefício, sendo que a maioria registrado em Cuiabá, com 32 fraudes bloqueadas, totalizando um valor de R$ 201,6 mil.

Na sequência, destacam-se os municípios de Rondonópolis, com 37 casos e fraudes de quase R$ 113 mil, e Barra do Garças, que teve 11 requerimentos bloqueados, somando R$ 68,2 mil.

Economia bilionária

Em todo o país, o sistema Antifraude já identificou quase 62 mil requerimentos falsos no país desde a implantação, em dezembro de 2016, gerando uma economia de quase RS 1 bihão aos cofres públicos - sendo R$ 313,7 milhões em recursos bloqueados no Brasil R$ 651 milhões em ilícitos previstos.

No primeiro caso, a fraude já ocorreu, mas o Ministério do Trabalho conseguiu impedir o pagamento de parcelas previstas; no segundo, são consideradas fraudes evitadas desde o início do projeto, além de uma projeção da Coordenação do Seguro-Desemprego de ilícitos que seriam cometidos nos próximos 12 meses, mas que foram impedidos com a descoberta da fraude.

Operações

Desde a criação do sistema, o Ministério do Trabalho, em conjunto com a Polícia Federal, já deflagrou cinco operações de combate a fraudes no seguro-desemprego, que resultaram em 31 prisões.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/428620/visualizar/