Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 22 de Maio de 2018 às 09:10
Por: Wesley Santiago/Olhar Direto

    Imprimir


O delegado da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso Raphael Diniz Garcia conseguiu reverter as medidas cautelares que haviam sido decretadas pelo juízo da Vara Criminal da Comarca de Poxoréo, em inquérito policial. O policial é investigado em procedimento que apura a fuga de um preso da delegacia da cidade.

Segundo o advogado de defesa de Raphael, Carlos Frederick, as cautelares são medidas excepcionais e não podem ser a regra e por este motivo não podem ser utilizadas sem a devida razoabilidade.

A defesa do delegado argumenta que na ocasião da fuga de um preso da delegacia de Poxoréo, o delegado nem sequer estava na delegacia e sim em diligência externa. Ainda conforme o advogado, a investigação é injusta e mais uma forma de perseguição que o delegado vem sofrendo na cidade de Primavera do Leste.

Isso porque Raphael fez junto ao Ministério Público diversas denúncias de irregularidades cometidas por uma delegada que atua no município. “Vejo essas investidas contra o delegado como represálias pelas denúncias feitas. Essa é a verdade dos fatos”, afirma o advogado.

O nome da delegada em questão foi mantido em sigilo para não atrapalhar as investigações. A decisão favorável ao delegado foi aprovada por unanimidade na 1ª Câmara Criminal do TJMT que tem como relator o desembargador Marcos Machado.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/428671/visualizar/