Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Terça - 26 de Junho de 2018 às 09:33
Por: Midianews

    Imprimir


Em processo de recuperação judicial, o Grupo Engeglobal possui dívidas que somam R$ 48,7 milhões. Alguns credores são conhecidos da sociedade mato-grossense.

A lista de credores foi divulgada nesta terça-feira (26) pelo site Midianews. Por exemplo, com o ex-prefeito de Cuiabá e pré-candidato ao Governo do Estado, Mauro Mendes (DEM), a empresa possui dívida de R$ 2,3 milhões.

Já com a Piran Factoring, de propriedade do empresário Valdir Piran, os débitos são de pouco mais de R$ 500 mil. A maior dívida declarada na Justiça é com a Apoena Construtora, de R$ 8,1 milhões.

Há ainda débitos com bancos com quem a empresa contraiu empréstimos e com outras construtoras e fornecedores de materiais de construção. A lista completa foi entregue junto ao pedido de recuperação judicial protocolado na 1ª Vara Cível de Cuiabá.

O processo ainda não foi homologado. A Engeglobal é de propriedade do empresário Robério Garcia, pai do deputado federal Fábio garcia (DEM).

Além da empreiteira, fazem parte do grupo as empresas Global Energia Elétrica S/A; a Advanced Investimentos e Participações S/A; os Hotéis Global S/A; a Global Empreendimentos Turísticos e a Construtora e Empreendimentos Guaicurus Ltda. A Engeglobal foi responsável por diversas obras relacionadas a Copa do Mundo de 2014 em Cuiabá, como ampliação do aeroporto Marechal Rondon e a construção dos Centros Oficiais de Treinamentos (COTs) da UFMT e da Barra do Pari. Nenhuma delas foi 100% concluída.

Aliás, a execução de obras relacionadas a Copa do Mundo foi uma das razões para o aumento da dívida da empresa. "Diversos problemas e entraves foram enfrentados pelo Grupo Econômico durante a implantação e andamento das obras, que impactaram negativamente os custos dos serviços prestados e foram a causa principal do desequilíbrio econômico atualmente vivenciado", diz trecho do pedido.

No pedido de recuperação, a Engeglobal aponta que a “crise é momentânea”. Por isso, aponta a recuperação como uma das saídas para a crise, destacando que o grupo de empresas é responsável por gerar mais de 35 mil empregos entre diretos e indiretos.

credores-engeglobal.jpg

credores-engeglobal2.jpgcredores-engeglobal3.jpgcredores-engeglobal4.jpgcredores-engeglobal5.jpgcredores-engeglobal6.jpgcredores-engeglobal7.jpgcredores-engeglobal8.jpgcredores-engeglobal9.jpgcredores-engeglobal10.jpgcredores-engeglobal11.jpgcredores-engeglobal12.jpgcredores-engeglobal13.jpgcredores-engeglobal14.jpgcredores-engeglobal15.jpgcredores-engeglobal16.jpgcredores-engeglobal17.jpgcredores-engeglobal18.jpgcredores-engeglobal19.jpgcredores-engeglobal20.jpgcredores-engeglobal21.jpg




Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/428728/visualizar/