Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quarta - 04 de Julho de 2018 às 14:17
Por: Da Assessoria

    Imprimir


Prefeito Zema Fenandes durante visita ao Assentamento São Francisco, logo no inicio do governo, para ouvir as reivindicações da Zona Rural.
Prefeito Zema Fenandes durante visita ao Assentamento São Francisco, logo no inicio do governo, para ouvir as reivindicações da Zona Rural.

Recente levantamento realizado pelo ST Pesquisas, após ouvir 284 eleitores, entre os dias 15 a 18 do mês passado (maio), utilizando a técnica Survey, detectou aprovação positiva da atual administração municipal.

Os dados revelam inclusive a satisfação popular em relação a alguns serviços prestados pela gestão, e serão utilizados como ferramenta de aprimoramento da prestação de serviços.

O ST Pesquisas auferiu que entre bom 43,08%, regular 34,78% e ótimo 2,37%, a administração do prefeito Zema Fernandes tem 80,23% de aprovação popular, e somente 19,76% entre péssima 7,51% e ruim 11,46%.

Na sondagem, realizada na Zona Rural, como nos assentamentos Barreirão e Nossa Terra Nossa Gente e São Francisco, onde vivem mais de 410 famílias, a gestão obteve a aprovação dos entrevistados.

No P.A Raimundo da Rocha (Barreirão/294 famílias) 84.61% dos ouvidos pela pesquisa, fizeram uma boa avaliação somando-se os que avaliaram-na como boa 46.15%, regular 35.90% e ótima 2.56%, e apenas 15.38% reprovaram, sendo péssima 2,56%, ruim 12.82%.

No Assentamento Nossa Terra Nossa Gente (50 famílias) a aprovação do governo municipal chega a 72.72%, sendo boa 36.36% e regular 36.36% e apenas 27.27% entre péssima 18.18% e ruim 9.09%.

No Assentamento São Francisco (70 famílias) 76.19% dos entrevistados fizeram uma avaliação positiva, sendo regular 38.10%, boa 33.33% e ótima 4.76%, e somente 23.81% disseram que gestão é péssima (19.05%) e ruim (4.76%).

O Chefe do Poder Executivo Municipal disse que os números são uma resposta do meio rural a política adotada para impulsionar o desenvolvimento no campo.

“Desenvolvemos uma política diferenciada para a zona rural, descentralizando e aumentando a prestação de serviços, e principalmente estabelecemos um canal de comunicação baseada no respeito da vontade e da real necessidade dos proprietários rurais, sem lhes impor nada que contrariassem seus interesses. Com essa nova visão, passamos a atendê-los igualitariamente” avaliou Zema.





Notícias Relacionadas


Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/428774/visualizar/