Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Turismo
Segunda - 23 de Julho de 2018 às 18:16
Por: Wesley Santiago/Olhar Direto

    Imprimir


Após receber o aval do Juizado Volante Ambiental, a administração do Complexo Turístico da Salgadeira já liberou o banho na cachoeira que existe no local. Com isto, os turistas podem aproveitar o dia de lazer em um dos principais e mais belos pontos da Salgadeira. Tudo ainda segue gratuito, por tempo indeterminado.

A administração da Salgadeira informou ao Olhar Conceito que com a liberação da Justiça, já foram feitas as adaptações e o banho está liberado na cachoeira. Porém, existe a limitação de 63 pessoas dentro d’água em todos os pontos liberados. Sendo assim, é feito um revezamento, que se dá através de pulseiras.

O banho segue gratuito por tempo indeterminado. Segundo Bruno Souza, um dos sócios do Complexo, a decisão de não cobrar neste primeiro momento é para que a população vá conhecer como ficou a nova Salgadeira e aproveitou para desfrutar e ver que o espaço é uma ótima pedida para um dia de descanso.

O aval do Juizado Volante Ambiental foi publicado na sexta-feira (20), no final da tarde, após o Governo do Estado cumprir dois itens do aditivo ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que incluía a realização de estudos para garantir a segurança dos turistas e a integridade da vegetação da área.

A reforma

Ao custo de R$ 12,6 milhões, a reforma foi executada pela empresa Concremax Engenharia Ltda. Segundo a Secretaria de Cidades (Secid), a Salgadeira está mais organizada, moderna e cumprindo exigências de responsabilidade ambiental. Agora, o complexo passará a contar com restaurante amplo, minimuseu, loja de souvenir, posto policial, mini auditório, área administrativa, playground, paisagismo e duas guaritas.

A novidade do projeto está na construção de uma estação de tratamento de esgoto, 24 postes de oito metros de altura, com lâmpadas de LED movidas à energia solar e a implantação de 540 metros de trilhas metálica, por onde os visitantes irão andar durante o passeio para evitar o contato com o solo e, consequentemente, sua depredação.

O local também terá mirantes, rampas e portas que permitem acesso de pessoas com deficiência. Além de estacionamento com 100 vagas para veículos, sendo cinco para ônibus, 84 para carros, além de 10 reservadas ao administrativo do complexo.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/428811/visualizar/