Repórter News - reporternews.com.br
Tecnologia
Sexta - 05 de Abril de 2019 às 15:22
Por: G1 MT

    Imprimir


Época Negócios - Globo/Google

A Prefeitura de Santa Terezinha, a 1.329 km de Cuiabá, registrou boletim de ocorrência para denunciar que hackers teriam invadido o sistema de bancos de dados e “sequestrado” informações públicas. O crime foi registrado no dia 24 de março.

Um vírus recebido via internet criptografou dados dos setores de contabilidade, tributação, contas, recursos humanos, licitações, contratos e o acervo de leis, deixando todo o sistema sem acesso durante 4 dias.

Conforme o boletim de ocorrência, um servidor tentou abrir o sistema na manhã do dia 24 e percebeu que havia sido bloqueado. Havia uma mensagem na tela do computador com um e-mail para que fosse feito o contato.

A técnica usada é conhecida como ransomware: um tipo de “sequestro” de informações, no qual os criminosos exigem o pagamento em moedas virtuais (no caso, os Bitcoins) para liberar o acesso aos dados armazenados em computadores. Na ocasião, os bandidos pediram 4.000,00 USD a serem convertidos em Bitcoins, o que equivale a R$ 15,4 mil conforme a cotação do dia.

Não se sabe também ainda como o sistema foi rackeado, pois todos os computadores da prefeitura que acessa o servidor com o banco de dados têm antivírus instalados, bem como o próprio servidor.

A polícia investiga o caso.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/431008/visualizar/