Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Sexta - 17 de Maio de 2019 às 09:19
Por: Érika Oliveira/Olhar Direto

    Imprimir


Alair Ribeiro/MidiaNews

A presidente da Assembleia Legislativa, deputada Janaina Riva (MDB), usou suas redes sociais para rebater a nota divulgada pela assessoria de imprensa de Ulysses Moraes (DC), na qual disse que a emedebista usufrui de “mordomias” da Casa de Leis e que quer distância da colega, por conta de seu sobrenome. Em um vídeo cujo título é "A diferença entre falar e fazer", Janaina lamentou a situação que se instalou entre os dois, voltou a chamar o democrata cristão de “demagogo” e completou dizendo que, assim como ela, ele também usufrui da estrutura disponibilizada pela AL.


Janaína citou uso de verba indenizatória por parte de Ulysses e seu chefe de gabinete, gasto com passagem aérea e de mais estrutura disponibilizada pela AL. "Usar o quadro de funcionários total da Assembleia; tem três efetivos no gabinete e gasta quase R$ 100 mil de servidores indicados pelo gabinete. Não foi eu que prometique ia transformar isso", rebateu.

“Eu to aqui para falar de um assunto que não é muito legal, inclusive já cansei de falar dele. Mas hoje eu dei algumas entrevistas falando sobre algumas demagogias e hipocrisias que eu vejo em relação a atuação parlamentar do deputado Ulysses Moraes. Primeiro que quando eu falo sobre sobre os recursos que são utilizados da Assembleia e algumas pessoas colocam isso como ‘ah, mas você gastou mais, ou outros gastaram mais’, eu nunca fiz palanque em cima de acabar com verba indenizatória ou com os direitos que os deputados possuem. Ao contrário, eu tenho certeza que foi a independência que isso me traz que me fez ser a deputada mais votada de Mato Grosso”, disse a deputada.

Janaína lembrou ainda que conheceu Ulysses antes de os dois dividirem a mesma legislatura na AL. Ela conta que foram colegas de faculdade e sempre tiveram uma boa relação. O problema, segundo Janaína, está no papel de Ulysses enquanto pessoa pública.

"Esse presonagem em que ele se transformou me preocupa muito. Porque uma pessoa que usa passagem da Assembleia, carro da Assembleia, que usa hoje verba indenizatória. Que o chefe de gabiente usa verba indenizatória. Usa menos? Mas prometeu que ia acabar com isso. Usa menos passagem? Mas falou que ia acabar com isso, que era uma aberração. Inclusive acabou com a VI de muitos vereadores". criticou.

O que provocou a "tréplica" de Janaína foi um posicionamento encaminhado por Ulysses à imprensa em que ele diz querer distância de Janaína e critica o sobrenome Riva, em referência ao pai da deputada, ex-presidente do parlamento. Essa nota que ele soltou hoje se referindo a mim só me mostra o quão limitado ele é, quando ele ofende a minha família e nao minha atuação palamentar. Eu não trabalho em cima de hipocrisia". Veja o vídeo completo abaixo.

A tensão entre os dois deputados começou depois que Janaina deu entrevistas criticando duramente o projeto de lei, de autoria de Ulysses, que prevê o corte em 50% no valor do teto da verba indenizatória que os parlamentares têm direito. A VI de Mato Grosso é a mais alta do Brasil, atualmente em R$ 65 mil. O texto apresentado pelo democrata cristão passou pela Comissão de Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO) e ainda será submetido ao Plenário.

Posteriormente, em nota, Ulysses se disse lisonjeado pelas críticas da colega, afirmou que luta para enfrentar as mordomias oferecidas pelo Legislativo. Regalias as quais, segundo ele, a emedebista não abre mão. Ainda na nota, ele aproveitou para alfinetar a família da deputada.

“Ser criticado por Janaina Riva significa que estou no caminho certo. Deste sobrenome quero distância. Estou lutando e enfrentando privilégios e mordomias oferecidos pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso aos parlamentares e tenho muito orgulho disso”, declarou.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/431638/visualizar/