Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quinta - 11 de Julho de 2019 às 07:57
Por: Thalyta Amaral/GD

    Imprimir


A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) registrou 10.307 casos de ameaça contra mulheres no primeiro semestre de 2019. Apesar de alto número de casos, houve uma redução de 3% em relação ao mesmo período em 2018, o que significa 307 casos a menor. Em relação aos homicídios de mulheres, ocorreram 34 casos, um a menos que em 2018 no primeiro semestre.

Segundo a Sesp, fazem parte dessas estatísticas mulheres de 18 a 59 anos. Depois das ameaças, os crimes contra mulheres com maior número de registros foram as lesões corporais, com 4.927 casos, contra 5.001 no primeiro semestre de 2018.

Nas denúncias feitas por mulheres, houve um aumento de 6% nos casos de calúnia, com 913 registros nos primeiros 6 meses deste ano. Nesse período foram denunciados 181 casos de estupro, o que representou uma redução de 8%.

As mulheres também registraram mais casos de assédio sexual, com 112 denúncias, contra 79 no primeiro semestre de 2018. Já os casos de injúria, em que se faz uma acusação sobre o caráter, foram 2.861 registros, um crescimento de 6% em relação ao ano anterior.

Na Capital houve uma redução de 8% nos casos de ameaça contra mulheres, com 1.952 denúncias. Em relação aos homicídios, foram registrados apenas dois casos. Outros crimes contra mulheres também sofreram redução como lesão corporal (-9%) e estupros, com 32 ocorrências, contra 47 no ano anterior.

Já em Várzea Grande houve um aumento de 38% nos casos de estupro, com 18 casos. Nos casos de ameaça ouve uma queda de 1% e nas lesões corporais de 3%. (Com informações da Assessoria)





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/432260/visualizar/