Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Saúde
Sábado - 28 de Março de 2020 às 06:41
Por: Eduarda Fernandes/Gazeta Digital

    Imprimir


O número de casos suspeitos de coronavírus chegou a 556 em Mato Grosso, nesta sexta-feira (27), conforme anúncio da Secretaria Estadual de Saúde (SES). O número de casos confirmados, no entanto, permanece o mesmo desta quinta (26), 11 casos, sendo 8 em Cuiabá, dois em Várzea Grande e um em Nova Monte Verde. Os pacientes têm idade entre 26 a 50 e apenas um, de 45 anos, está internado.

Gazeta Digital

Curva coronavírus 27 de março

“Cresce de forma bastante significativa o número de casos suspeitos. Tínhamos informados aos senhores no último boletim que os municípios que iam classificar os casos suspeitos, por isso já começa a avolumar o número de casos suspeitos”, disse o secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo, em coletiva de imprensa virtual.

De acordo com a Nota Informativa divulgada pela secretaria, 18 pacientes com suspeita da doença em Cuiabá estão internados em leito de enfermaria e 10 em Unidade de Terapia Intensiva. No município de Sorriso, 6 suspeitos estão em enfermaria e 1 na UTI. Em Tangará da Serra são 4 suspeitos em enfermaria e 1 na UTI. Em Barra do Garças dois pacientes com suspeita de COVID-19 estão internados em leito de enfermaria.

Gazeta Digital

Mapa coronavírus 27 de março

Ao todo, são 42 pacientes com suspeita da doença internados em 4 municípios. Gilberto informou que neste sábado (28) o Estado deve tomar conhecimento dos resultados feitos nos 12 pacientes internados na UTI.

Laboratórios

Com relação aos laboratórios privados do município de Rondonópolis (CEDIRLAB e Laboratório do Hospital UNIMED), a SES informa que os mesmos já entregaram a documentação exigida conforme a portaria 099/2020/GBSES, o que valida estes e seu preposto Hermes Pardini a realizarem as análises moleculares para COVID-19.

A secretaria explicou na Nota Informativa que, em relação aos resultados positivos dos referidos laboratórios para COVID-19, após análise epidemiológica das notificações dos referidos pacientes, foram identificadas algumas divergências, como por exemplo, a data de início de sintomas e a data de coleta da amostra. Outros fatores como coleta inadequada da amostra, tipo de amostra biológica e oscilação da carga viral podem influenciar o resultado do exame. “Dessa forma os três casos positivos passarão a compor a lista de casos confirmados na próxima nota informativa”.

VoltarImprimirComentar





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/434838/visualizar/