Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Sábado - 28 de Março de 2020 às 07:09
Por: Da Assessoria

    Imprimir


A Defensoria Pública de Mato Grosso encaminhou nesta sexta-feira (27.03) uma notificação recomendatória ao secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, para que promova a imediata vacinação contra o vírus da Influenza, causador da gripe H1N1, nos servidores que atuam no atendimento do sistema penitenciário da Capital, assim como em toda a população carcerária, dos complexos masculino, feminino e ainda dos adolescentes que cumprem medida socioeducativa no Complexo do Pomeri.

A medida tomada pelo Núcleo da Infância e Juventude de Cuiabá, e assinada pelo defensor público Alysson Costa Ourives, diante do quadro de COVID-19 instalado no estado, pede resposta à recomendação ou providências da secretaria no prazo de até 48 horas.

As vacinas para estes profissionais e reeducandos estão previstas para serem realizadas na terceira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que tem previsão de início para o dia 9 de maio, data definida pelo Ministério da Saúde, porém, não há como antecipar ou priorizar a imunização desse grupo, já que o governo federal está enviando as doses de vacina de forma fracionada para os municípios, impossibilitando a continuidade ininterrupta da imunização, inclusive dos grupos de risco.

Alysson Ourives esclarece que embora a vacina não combata o Coronavírus, a imunização facilita no diagnóstico de prováveis infectados pela Covid.

“É preciso considerar a densidade populacional nas Comunidades de Atendimento Socioeducativo e programa de cumprimento de semiliberdade. A vacinação da gripe ainda que não tenha eficácia contra o coronavírus, auxilia os profissionais da saúde a descartarem a doença na triagem tornando mais eficaz o diagnóstico do Covid-19”, pontuou o defensor.

Neste período de contingência por conta da Covid-19, a Defensoria Pública de Mato Grosso adotou diversas medidas para continuar trabalhando em prol de grupos socialmente vulneráveis.

O Núcleo da Infância e Juventude mantém o atendimento por telefone das 12h00 às 18h00. Para informações basta ligar (65) 3653-4757 ou (65) 3653-9439.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/434845/visualizar/