Repórter News - reporternews.com.br
Policia MT
Quinta - 21 de Maio de 2020 às 06:42
Por: Téo Gomes/Diário de Cuiabá

    Imprimir


A Polícia está apurando as causas do crime. Assassino não disse por que matou a mulher
A Polícia está apurando as causas do crime. Assassino não disse por que matou a mulher

Desaparecida desde o último sábado (16), Maria Aparecida de Souza, de 61 anos, já estava morta e sepultada em uma cova rasa, a cerca de 500 metros da casa dela, em Brasnorte (579 km a Noroeste de Cuiabá).

O marido, réu confesso do assassinato, fugiu, mas foi preso na cidade de Ji-Paraná, em Rondônia.

O homem, de 58 anos e que não teve o nome divulgado, foi quem levou agentes da Polícia Civil até o local onde o corpo de Maria Aparecida estava ocultado.

A mulher foi morta pelo marido no mesmo dia em que desapareceu de casa, localizada na Gleba Tibagi – Comunidade Novo Brasil, zona rural da cidade.

Ao ser preso, no entanto, o homem inventou uma história, alegando que a casa dele foi invadida por ladrões em Mato Grosso e que eles mataram a mulher.

Acrescentu que teria ficado com medo e, por isso, fugiu para o Estado vizinho.

A Polícia Civil de Rondônia ligou para Mato Grosso, para saber sobre a morte e descobriu que a mulher estava desaparecida desde sábado e que a família ligava para ela e não recebia resposta.

Acuado e sem saída, o marido confessou o crime.

A Polícia Civil de Brasnorte, com apoio da Policia Militar e de agentes da Perícia Oficial do Estado (Politec), fizeram a exumação do cadáver, no fim da manhã de terça-feira (19).

O assassino, agora réu confesso, será recambiado para Mato Grosso nos próximos dias.

Ele não contou os motivos e como matou a mulher, mas a Polícia Civil segue investigando o caso.

A Polícia Civil agora aguarda o resultado do laudo de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) para oficializar as causas da morte.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/435848/visualizar/