Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Sexta - 22 de Maio de 2020 às 16:34
Por: Da Assessoria

    Imprimir


O Governo do Estado vai disponibilizar mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes da Covid-19, no Hospital Regional do município de Água Boa.

A abertura de mais leitos definitivos é possível em razão de uma parceria com a Prefeitura de Água Boa e faz parte do plano de ação do Executivo Estadual para ampliar a rede de saúde em todo Mato Grosso.

“O nosso plano de ação contempla a criação de leitos em todas as regiões de Mato Grosso. Temos articulado com os prefeitos e definido locais estratégicos que possam atender não só ao município onde os leitos forem criados, mas toda a região que se utiliza dessas estruturas, de forma a atender toda a população, com economia de recursos, qualidade de atendimento e facilidade de acesso”, afirmou o governador Mauro Mendes.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, os municípios que possuírem capacidade estrutural da rede saúde poderão buscar credenciamento junto ao Estado, que proverá com recursos ou equipamentos as unidades municipais.

“Ampliando o número de leitos de UTI, diminuímos a necessidade de transporte de pacientes, uma vez que com as parcerias conseguimos preencher os vazios de forma que o atendimento fique mais próximo do paciente”, disse Figueiredo.

Água Boa também poderá atender aos pacientes dos municípios da Região do Araguaia, como Canarana, Gaúcha do Norte, Ribeirão Cascalheira, Novo Santo Antônio, entre outros.

A ampliação dos leitos de UTI contemplará os municípios de Água Boa, Confresa, Peixoto de Azevedo, Tangará da Serra e Barra do Garças, em um total de 70.

Outros 30 leitos, sendo 10 de UTI e 20 de enfermaria serão disponibilizados no Hospital Regional de Cáceres, que será ampliado após reforma completa e seguirá os mesmos moldes do que foi feito no novo Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, local onde foram construídos 210 leitos em 45 dias.

Ações do Governo

Desde o início da pandemia, o Governo de Mato Grosso está ampliando leitos em todas as regiões do Estado, tanto nos hospitais regionais quanto nos municipais, via parceria com os prefeitos.

Em Cuiabá e Várzea Grande, são disponibilizados 147 leitos no Hospital Estadual Santa Casa e um total de 278 leitos, no Hospital Metropolitano, entre clínicos e de UTI.

Hoje, Mato Grosso conta com 1.217 leitos públicos exclusivos para a covid-19, com taxa de ocupação de 3,4% dos leitos clínicos e de 12,2% das UTIs.

COMBATE À PANDEMIA

Peixoto de Azevedo terá mais 10 leitos de UTI exclusivos aos pacientes do coronavírus

O Governo do Estado vai disponibilizar mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes da Covid-19, no Hospital Regional do município de Peixoto de Azevedo.

A abertura de mais leitos definitivos é possível em razão de uma parceria com a Prefeitura de Peixoto de Azevedo e faz parte do plano de ação do Executivo Estadual para ampliar a rede de saúde em todo Mato Grosso.

“O nosso plano de ação contempla a criação de leitos em todas as regiões de Mato Grosso. Temos articulado com os prefeitos e definido locais estratégicos que possam atender não só ao município onde os leitos forem criados, mas toda a região que se utiliza dessas estruturas, de forma a atender toda a população, com economia de recursos, qualidade de atendimento e facilidade de acesso”, afirmou o governador Mauro Mendes.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, os municípios que possuírem capacidade estrutural da rede saúde poderão buscar credenciamento junto ao Estado, que poderá prover com recursos ou equipamentos as unidades municipais.

“Ampliando o número de leitos de UTI, diminuímos a necessidade de transporte de pacientes, uma vez que com as parcerias conseguimos preencher os vazios de forma que o atendimento fique mais próximo do paciente”, disse Figueiredo.

O Hospital de Peixoto de Azevedo atende principalmente os municípios de Guarantã do Norte, Matupá, Novo Mundo, Terra Nova e Peixoto.

A ampliação dos leitos de UTI contemplará os municípios de Água Boa, Confresa, Peixoto de Azevedo, Tangará da Serra e Barra do Garças, em um total de 70.

Outros 30 leitos, sendo 10 de UTI e 20 de enfermaria serão disponibilizados no Hospital Regional de Cáceres, que será ampliado após reforma completa e seguirá os mesmos moldes do que foi feito no novo Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, local onde foram construídos 210 leitos em 45 dias.

Ações do Governo

Desde o início da pandemia, o Governo de Mato Grosso está ampliando leitos em todas as regiões do Estado, tanto nos hospitais regionais quanto nos municipais, via parceria com os prefeitos.

Em Cuiabá e Várzea Grande, são disponibilizados 147 leitos no Hospital Estadual Santa Casa e um total de 278 leitos, no Hospital Metropolitano, entre clínicos e de UTI.

Hoje, Mato Grosso conta com 1.217 leitos públicos exclusivos para a covid-19, com taxa de ocupação de 3,4% dos leitos clínicos e de 12,2% das UTIs.

COMBATE À PANDEMIA

Juína terá mais 10 leitos de UTI exclusivos aos pacientes do coronavírus

O Governo do Estado vai disponibilizar mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atender aos pacientes da Covid-19, no município de Juína.

A abertura de mais leitos definitivos é possível em razão de uma parceria com a Prefeitura de Juína e faz parte do plano de ação do Executivo Estadual para ampliar a rede de saúde em todo Mato Grosso.

“O nosso plano de ação contempla a criação de leitos em todas as regiões de Mato Grosso. Temos articulado com os prefeitos e definido locais estratégicos que possam atender não só ao município onde os leitos forem criados, mas toda a região que se utiliza dessas estruturas, de forma a atender toda a população, com economia de recursos, qualidade de atendimento e facilidade de acesso”, afirmou o governador Mauro Mendes.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, os municípios que possuírem capacidade estrutural da rede saúde poderão buscar credenciamento junto ao Estado, que poderá prover com recursos ou equipamentos as unidades municipais.

“Ampliando o número de leitos de UTI, diminuímos a necessidade de transporte de pacientes, uma vez que com as parcerias conseguimos preencher os vazios de forma que o atendimento fique mais próximo do paciente”, disse Figueiredo.

A unidade em Juína também poderá atender aos pacientes dos municípios de Juara, Castanheira, Brasnorte, Aripuanã, Colniza, entre outros.

A ampliação dos leitos de UTI contemplará os municípios de Água Boa, Confresa, Peixoto de Azevedo, Tangará da Serra e Barra do Garças, em um total de 70.

Outros 30 leitos, sendo 10 de UTI e 20 de enfermaria serão disponibilizados no Hospital Regional de Cáceres, que será ampliado após reforma completa e seguirá os mesmos moldes do que foi feito no novo Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, local onde foram construídos 210 leitos em 45 dias.

Ações do Governo

Desde o início da pandemia, o Governo de Mato Grosso está ampliando leitos em todas as regiões do Estado, tanto nos hospitais regionais quanto nos municipais, via parceria com os prefeitos.

Em Cuiabá e Várzea Grande, são disponibilizados 147 leitos no Hospital Estadual Santa Casa e um total de 278 leitos, no Hospital Metropolitano, entre clínicos e de UTI.

Hoje, Mato Grosso conta com 1.217 leitos públicos exclusivos para a covid-19, com taxa de ocupação de 3,4% dos leitos clínicos e de 12,2% das UTIs.

COMBATE À PANDEMIA

Confresa terá mais 10 leitos de UTI exclusivos aos pacientes do coronavírus

O Governo do Estado vai disponibilizar mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes da Covid-19, no município de Confresa.

A abertura de mais leitos definitivos é possível em razão de uma parceria com a Prefeitura de Confresa e faz parte do plano de ação do Executivo Estadual para ampliar a rede de saúde em todo Mato Grosso.

“O nosso plano de ação contempla a criação de leitos em todas as regiões de Mato Grosso. Temos articulado com os prefeitos e definido locais estratégicos que possam atender não só ao município onde os leitos forem criados, mas toda a região que se utiliza dessas estruturas, de forma a atender toda a população, com economia de recursos, qualidade de atendimento e facilidade de acesso”, afirmou o governador Mauro Mendes.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, os municípios que possuírem capacidade estrutural da rede saúde poderão buscar credenciamento junto ao Estado, que proverá com recursos ou equipamentos as unidades municipais.

“Ampliando o número de leitos de UTI, diminuímos a necessidade de transporte de pacientes, uma vez que com as parcerias conseguimos preencher os vazios de forma que o atendimento fique mais próximo do paciente”, disse Figueiredo.

A unidade de Confresa poderá atender também pacientes dos municípios de Porto Alegre do Norte, Vila Rica, Canabrava do Norte, Santa Cruz do Xingu, entre outros.

A ampliação dos leitos de UTI contemplará os municípios de Água Boa, Confresa, Peixoto de Azevedo, Tangará da Serra e Barra do Garças, em um total de 70.

Outros 30 leitos, sendo 10 de UTI e 20 de enfermaria serão disponibilizados no Hospital Regional de Cáceres, que será ampliado após reforma completa e seguirá os mesmos moldes do que foi feito no novo Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, local onde foram construídos 210 leitos em 45 dias.

Ações do Governo

Desde o início da pandemia, o Governo de Mato Grosso está ampliando leitos em todas as regiões do Estado, tanto nos hospitais regionais quanto nos municipais, via parceria com os prefeitos.

Em Cuiabá e Várzea Grande, são disponibilizados 147 leitos no Hospital Estadual Santa Casa e um total de 278 leitos, no Hospital Metropolitano, entre clínicos e de UTI.

Hoje, Mato Grosso conta com 1.217 leitos públicos exclusivos para a covid-19, com taxa de ocupação de 3,4% dos leitos clínicos e de 12,2% das UTIs.

COMBATE À PANDEMIA

Tangará da Serra terá mais 10 leitos de UTI exclusivos aos pacientes do coronavírus

O Governo do Estado vai disponibilizar mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes da Covid-19, em Tangará da Serra.

A abertura de mais leitos definitivos é possível em razão de uma parceria com a Prefeitura de Tangará da Serra e faz parte do plano de ação do Executivo Estadual para ampliar a rede de saúde em todo Mato Grosso.

“O nosso plano de ação contempla a criação de leitos em todas as regiões de Mato Grosso. Temos articulado com os prefeitos e definido locais estratégicos que possam atender não só ao município onde os leitos forem criados, mas toda a região que se utiliza dessas estruturas, de forma a atender toda a população, com economia de recursos, qualidade de atendimento e facilidade de acesso”, afirmou o governador Mauro Mendes.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, os municípios que possuírem capacidade estrutural da rede saúde poderão buscar credenciamento junto ao Estado, que proverá com recursos ou equipamentos as unidades municipais.

“Ampliando o número de leitos de UTI, diminuímos a necessidade de transporte de pacientes, uma vez que com as parcerias conseguimos preencher os vazios de forma que o atendimento fique mais próximo do paciente”, disse Figueiredo.

Tangará da Serra poderá atender aos pacientes dos municípios de Barra do Bugres, Campo Novo do Parecis, Nova Olímpia, Santo Afonso, Nortelândia, entre outros.

A ampliação dos leitos de UTI contemplará os municípios de Água Boa, Confresa, Peixoto de Azevedo, Tangará da Serra e Barra do Garças, em um total de 70.

Outros 30 leitos, sendo 10 de UTI e 20 de enfermaria serão disponibilizados no Hospital Regional de Cáceres, que será ampliado após reforma completa e seguirá os mesmos moldes do que foi feito no novo Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, local onde foram construídos 210 leitos em 45 dias.

Ações do Governo

Desde o início da pandemia, o Governo de Mato Grosso está ampliando leitos em todas as regiões do Estado, tanto nos hospitais regionais quanto nos municipais, via parceria com os prefeitos.

Em Cuiabá e Várzea Grande, são disponibilizados 147 leitos no Hospital Estadual Santa Casa e um total de 278 leitos, no Hospital Metropolitano, entre clínicos e de UTI.

Hoje, Mato Grosso conta com 1.217 leitos públicos exclusivos para a covid-19, com taxa de ocupação de 3,4% dos leitos clínicos e de 12,2% das UTIs.

COMBATE À PANDEMIA

Barra do Garças terá mais 10 leitos de UTI exclusivos aos pacientes do coronavírus

O Governo do Estado vai disponibilizar mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes da Covid-19, em Barra do Garças, beneficiando toda a Região do Araguaia.

A abertura de mais leitos definitivos é possível em razão de uma parceria com a Prefeitura de Barra do Garças e faz parte do plano de ação do Executivo Estadual para ampliar a rede de saúde em todo Mato Grosso.

“O nosso plano de ação contempla a criação de leitos em todas as regiões de Mato Grosso. Temos articulado com os prefeitos e definido locais estratégicos que possam atender não só ao município onde os leitos forem criados, mas toda a região que se utiliza dessas estruturas, de forma a atender toda a população, com economia de recursos, qualidade de atendimento e facilidade de acesso”, afirmou o governador Mauro Mendes.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, os municípios que possuírem capacidade estrutural da rede saúde poderão buscar credenciamento junto ao Estado, que proverá com recursos ou equipamentos as unidades municipais.

“Ampliando o número de leitos de UTI, diminuímos a necessidade de transporte de pacientes, uma vez que com as parcerias conseguimos preencher os vazios de forma que o atendimento fique mais próximo do paciente”, disse Figueiredo.

A ampliação em Barra do Garças permitirá o atendimento a pacientes dos municípios de Pontal do Araguaia, Torixoréu, General Carneiro, Ribeirãozinho, entre outros.

A ampliação dos leitos de UTI contemplará os municípios de Água Boa, Confresa, Peixoto de Azevedo, Tangará da Serra e Barra do Garças, em um total de 70.

Outros 30 leitos, sendo 10 de UTI e 20 de enfermaria serão disponibilizados no Hospital Regional de Cáceres, que será ampliado após reforma completa e seguirá os mesmos moldes do que foi feito no novo Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, local onde foram construídos 210 leitos em 45 dias.

Ações do Governo

Desde o início da pandemia, o Governo de Mato Grosso está ampliando leitos em todas as regiões do Estado, tanto nos hospitais regionais quanto nos municipais, via parceria com os prefeitos.

Em Cuiabá e Várzea Grande, são disponibilizados 147 leitos no Hospital Estadual Santa Casa e um total de 278 leitos, no Hospital Metropolitano, entre clínicos e de UTI.

Hoje, Mato Grosso conta com 1.217 leitos públicos exclusivos para a covid-19, com taxa de ocupação de 3,4% dos leitos clínicos e de 12,2% das UTIs.

EXCLUSIVOS PARA COVID-19

Governo vai abrir mais 30 leitos definitivos no Hospital Regional de Cáceres

O Governo de Mato Grosso vai criar mais 30 leitos definitivos no Hospital Regional de Cáceres para atender casos de coronavírus.

O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes nesta quinta-feira (21.05), junto ao presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), Adriano Silva, e após conversa com o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

A ampliação do Regional de Cáceres seguirá os mesmos moldes do que foi feito no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, local onde foram construídos 210 leitos em 45 dias.

“E aí no Hospital Regional de Cáceres iremos fazer 30 leitos em 35 a 40 dias. Uma obra definitiva, ampliando o hospital, com 10 leitos de UTI e mais 20 leitos clínicos, exclusivos para atender casos de coronavírus na região, sendo uma referência regional para atender a nossa população”, afirmou o governador, que também agradeceu o apoio dos deputados Dr. Gimenez e Valmir Moretto no projeto.

De acordo com o presidente da Fapemat, que é da região, os leitos serão importantes para atender não só o município de Cáceres, mas todos os municípios vizinhos que utilizam a estrutura do hospital regional.

“Nós que somos de Cáceres conhecemos a realidade daquela região e dos municípios que compõem essa região, e da necessidade da ampliação da oferta de leitos, sejam clínicos como de UTI. Nós fomos ao governador solicitar essa demanda, e de pronto fomos atendidos de forma positiva. O governador Mauro Mendes foi muito sensível às necessidades da região, ampliando o nosso hospital regional. Agradeço ao governo em nome de toda a população de Cáceres”, relatou Adriano Silva.

Desde o início da pandemia, o Governo de Mato Grosso está ampliando leitos em todas as regiões do Estado, tanto nos hospitais regionais quanto nos municipais, via parceria com os prefeitos.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/435899/visualizar/