Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Segunda - 29 de Junho de 2020 às 06:20
Por: Thiago Andrade/Gazeta Digital

    Imprimir


Os deputados estaduais aprovartam um projeto de lei que proíbe a inclusão de nome dos consumidores nos órgãos de proteção ao crédito durante a pandemia do novo coronavírus. Com isso, as empresas de Mato Grosso ficam proibidas de 'sujar' o nome dos clientes enquanto perdurar o decreto de calamidade no estado.

O projeto defendido pelo deputado estadual Paulo Araújo (Progressista) chegou a ser rejeitado na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), mas por 21 votos a 0, os deputados derrubaram em plenário o parecer e aprovaram o projeto de lei do progressista.

O projeto foi lido pela primeira vez em 13 de abril, passou pela Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte em 22 de abril. Foi aprovado em 1ª votação em 29 de abril e já recebeu dispensa de pauta por se tratar de covid-19. Voltou para o núcleo econômico e foi novamente aprovado na Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte em 5 de maio e no mesmo dia foi apreciado e reprovado pela CCJR, recebeu modificações tramitou novamente até a CCJR e foi reprovado. Em 24 de junho foi para plenário e teve o parecer da comissão derrubado. Agora o texto vai a redação final, formalidade apenas para corrigir pontos da redação.

Na justificativa do projeto, o deputado diz que "tal medida é amplamente necessária nesse momento, tendo em vista que muitos trabalhadores tiveram sua renda comprometida e estão passando por dificuldade financeiras por conta da política de isolamento".





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/436650/visualizar/