Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Terça - 15 de Setembro de 2020 às 13:52
Por: Max Aguiar/Olhar Direto

    Imprimir


Em tom menos contundente que o adotado pelo atual governador Mauro Mendes (DEM), o antigo chefe do Paiaguás Pedro Taques (SD) rebateu as críticas recentes do ex-aliado e sustentou que fez tudo o que podia enquanto governou o Estado, entre 2014 e 2018. Taques, que segundo Mendes teve um final "melancólico", ainda desejou “sorte” ao democrata.

A resposta de Taques foi às diversas críticas que Mendes faz sobre o mandato do ex-tucano agora filiado ao Solidariedade, principalmente sobre a forma como recebeu o governo, em 1º de janeiro de 2019.

Para Mauro, em entrevista coletiva na tarde de segunda-feira (14), o final de Taques foi “melancólico”, após uma gestão que “não produziu resultados positivos”. “Ele foi julgado nas urnas, então, se ele quer um novo julgamento, certamente a população vai dar a ele, como dará a todos que vão se apresentar, todos aqueles que se colocam como candidatos”, disparou.

Ao Olhar Direto, nesta terça-feira (15), Taques. "Desejo ao governador e a sua família, sucesso na administração do nosso Estado; perdi a eleição porque o povo assim desejou, aceito democraticamente. No governo do Estado fiz tudo que podia, de acordo da minha competência e o momento histórico; tenho certeza que mais poderia ser feito, infelizmente não consegui. Desejo a mauro sucesso e felicidade", ponderou.

Por fim, Taques ainda relata que não é concorrente atual de Mauro Mendes. "Não sou candidato a governador; quero ser um soldado para ajudar Mato Grosso", disse o agora pré-candidato ao Senado, na disputa suplementar pelo Solidariedade em 15 de novembro deste ano.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/438130/visualizar/