Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Sábado - 17 de Outubro de 2020 às 06:13
Por: Gazeta Digital

    Imprimir


MPE

Após o registro de queda nos meses iniciais da pandemia do novo coronavírus, casamentos realizados em Mato Grosso aumentaram no setembro. Segundo dados dos cartórios, o crescimento foi de 155% se comparando o mês de abril com o de setembro deste ano.

Abril foi considerado o período mais crítico do isolamento social no estado por conta crise sanitária, quando foram realizados 336 casamentos, número 67% menor que o registrado no mesmo mês do ano passado, quando houve 1.024 celebrações.

Já setembro foi o segundo mês com maior índice desde o início da pandemia, com 857 casamentos feitos pelos Cartórios – começando a se aproximar das 1.226 uniões realizadas no mesmo mês do ano passado.

A partir de maio iniciou-se uma gradual recuperação dos casamentos, ainda em menor número que em 2019, mas com forte tendência de aumento. Foram celebrados 546 casamentos no estado, 62% a mais que o registrado em abril. Em junho, houve 15% a mais de celebrações que no mês anterior, com 629 registros.

No mês seguinte, julho, os casamentos saltaram para 864, um aumento de 37% com relação ao mês anterior. Em agosto, os números tiveram uma ligeira queda, com a realização de 678 casamentos. Os dados constam na Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional), base de dados dos atos praticados pelos Cartórios de Registro Civil do Brasil, administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil).

Quando comparados os índices de casamentos celebrados em 2019 e 2020, observa-se que as quedas vêm diminuindo, também, de abril a setembro.

Em abril, a diminuição foi de 67% (1.024 em 2019); no mês de maio, a diferença caiu para 59% (1.342 ano passado); em junho, a queda foi de 38% (1.025 em 2019); em julho, a diferença caiu ainda mais, para 36% (1.356 no ano anterior). Em agosto, a diferença aumentou em 79% (foram 3.315 casamentos em 2019). E, finalmente, em setembro, a redução caiu para 30% (1.226 no ano passado).

De acordo com Niuara Ribeiro Roberto Borges, presidente da Arpen-MT, os dados mostram que mesmo com a pandemia ainda presente, os cidadãos estão retomando seus projetos em constituir uma vida a dois. “Queremos os brasileiros possam continuar celebrando oficialmente momentos especiais, por isso, os Cartórios de Registro Civil têm tomado todas as precauções necessárias para realizar os registros em segurança”. (Com informações da assessoria)





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/438725/visualizar/