Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Quinta - 19 de Novembro de 2020 às 15:51
Por: Allan Mesquita/Folha Max

    Imprimir


O governador Mauro Mendes (DEM) anunciou, oficialmente, nesta quinta-feira (19), seu apoio ao candidato Abílio Júnior (Podemos) na disputa pela Prefeitura de Cuiabá a ser decidida no 2º turno marcado para o dia 29 deste mês. “O meu voto é do Abílio e meu apoio é do Abílio”, declarou o democrata em conversa com a imprensa no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT).

A exemplo das críticas que ele já vinha disparando contra o atual prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que disputa a reeleição contra Abílio, Mendes deixou claro que não vota em alguém que está “envolvido em esquemas de corrupção”.

O anúncio oficial de Mendes ao candidato do Podemos ocorre um dia depois de sua esposa, Virgínia Mendes, ter hipotecado seu apoio ao vereador que agora buscar o comando do Palácio Alencastro. O DEM, partido de Mauro Mendes, também homologou apoio ao vereador neste segundo turno.

O chefe do Palácio Paiaguás deu a declaração após ser questionado sobre o fato de o ex-governador e ex-senador Blairo Maggi (PP), ter decidido que vai defender a reeleição de Emanuel Pinheiro.

"Não conversei, ele nem vota aqui. Eu respeito a opinião do Blairo e respeito a opinião de qualquer um. Isso faz parte da democracia, porém, eu Mauro Mendes como cidadão, como governador, não apoio e não voto em que está amplamente envolvido em esquemas de corrupção".

Na área social, Mendes lembrou vem que desenvolvendo um importante trabalho no Estado com apoio da primeira-dama, contemplando diversos municípios com diferentes ações voltadas à população como distribuição de cobertores, cestas básicas. “São 330 mil cestas básicas compradas e distribuídas em todo o Estado. Em Cuiabá, lamentavelmente, não conseguimos trabalhar bem com a atual administração”, disse o democrata.

Dentro do Democratas, nem todas as lideranças estão apoiando a candidatura do vereador Abílio Júnior, que por sua vez disse não fazer questão de ser apoiado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, uma importante liderança política no atual cenário.

Mauro Mendes amenizou a situação quando questionado se haverá outro racha interno a exemplo do que ocorreu na campanha ao Senado, na qual ele apoiou Carlos Fávaro (PSD), que saiu vitorioso enquanto o senador Jayme Campos e o ex-governador Júlio Campos defenderam o projeto de Nilson Leitão (PSDB) que mais uma vez sai derrotado na disputa por uma cadeira no Senado.

“Não acredito nisso, acho que apoio é sempre importante, o Botelho é um grande político que tem em Mato Grosos, um cara extremamente correto, uma pessoa séria, o Abílio deve saber disso, na pior das hipóteses, isso é um equívoco”, desconversou Mendes.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/439253/visualizar/