Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Sábado - 21 de Novembro de 2020 às 06:35
Por: G1 MT

    Imprimir


Raio 6 é inaugurado na PCE em MT — Foto: Secom/MT
Raio 6 é inaugurado na PCE em MT — Foto: Secom/MT

O raio 6 da Penitenciária Central do Estado (PCE), a maior de Mato Grosso, foi inaugurado nesta sexta-feira (20) em Cuiabá. Todas as portas do local são automatizadas e as 36 celas são monitoradas por circuito de câmeras.

O governo estadual levou 45 dias para construção do raio, que comporta 432 vagas. O custo foi de R$ 9,7 milhões.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, estava em Cuiabá para participar da inauguração, junto ao governador Mauro Mendes (DEM) e o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Atualmente Mato Grosso possui 11.296 pessoas privadas de liberdade e possui um déficit de 4.965 vagas.

Totalizando 1.500 metros² de área construída, o raio 6 será destinado aos presos de maior periculosidade que encontram-se na unidade.

O novo raio possui pátio com 6 metros de altura e fechamento superior com grade, tela e cerca eletrificada.

Inauguração do Raio 6 da PCE em MT — Foto: Secom/MT

Inauguração do Raio 6 da PCE em MT — Foto: Secom/MT

A abertura das portas é feita de forma automatizada e o monitoramento ocorre por vídeo (sem gravação), tecnologia que garante o mínimo de contato do servidor com o preso, além do baixo custo de manutenção e otimização da mão-de-obra.

Mendonça disse, durante a inauguração, que acredita que este é um modelo que pode ser adotado em todo o território nacional, inclusive deve ser levado para a área técnica do ministério para que outras unidades do país possam se inspirar no modelo.

A construção do raio 6 cumpre parte do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público Estadual (MPE), Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Defensoria Pública, Tribunal de Contas do Estado (TCE) e OAB, para reforma integral do sistema penitenciário.

As unidades de Barra do Garças, Água Boa, Rondonópolis, Sinop e Peixoto de Azevedo também contarão com novas estruturas para redução de déficit no sistema penitenciário.

Novas vagas

De acordo com o governo de Mato Grosso, está prevista a entrega de mais 256 vagas com a finalização das obras do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Peixoto de Azevedo, ainda em 2020.

Somente na PCE, devem ser entregues em 2021 outras 54 vagas por meio do raio de segurança máxima e 1.296 novas vagas pela construção de quatro novos raios.

A expectativa é que o governo ainda irá construir três unidades para o cumprimento do semiaberto, criando 1.200 novas vagas.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/439273/visualizar/