Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Policia MT
Terça - 23 de Fevereiro de 2021 às 08:33
Por: Yuri Ramires/Gazeta Digital

    Imprimir


Menor de 17 anos foi identificada e apreendida como autora da morte do comerciante Aécio Ribeiro da Silva, 66, morador de Alto Paraguai (218 km ao Médio-Norte de Cuiabá). Ela estava na casa da vítima para um programa sexual no domingo (21), mas só foi presa na madrugada de segunda-feira (22), na cidade de Diamantino (208 km ao Médio-Norte) ao lado de um comparsa de 21 anos, que seria seu esposo.

De acordo com as informações da Polícia Civil, que está investigando o crime, o casal chegou junto no bar do Ribeiro e ela ofereceu um programa sexual à vítima, que aceitou. Porém, ele pediu para ela aguardar, já que tinha acabado de jantar.

Segundo relato da suspeita à polícia, a vítima pediu para ela esperar ao menos duas horas. Enquanto ele estava deitado na cama, a agressora não esperou nem 5 minutos, pegou uma faca tipo peixeira e cravou no pescoço da vítima.

Ribeiro teria acordado no susto e ainda questionado a jovem “quer me matar mesmo?”, momento em que ela tentou fugir e acabou escorregando no sangue da vítima, com isso, ficou suja e acabou espalhando sangue pelas paredes da casa.

Depois do crime, ela pegou uma quantia de R$ 300 que estava no bar, pulou o muro e fugiu. A faca usada no crime foi encontrada na cena do crime, na mão da vítima.

Após a fuga, ela foi se encontrar com o comparsa em uma quitinete de Diamantino. Polícia fez diligências com base em informações de testemunhas e acabou prendendo o casal em flagrante.

A suspeita confirmou ainda que ateou fogo nas roupas que usou na noite do crime como forma de dificultar as investigações. Por se tratar de uma menor, o Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso. O casal foi e encaminhado à delegacia da cidade.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/440725/visualizar/