Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Terça - 23 de Fevereiro de 2021 às 15:58
Por: Vinicius Mendes/Olhar Direto

    Imprimir


O preço da gasolina comum já chega a R$ 5,09 em alguns postos de combustível na capital. Na semana passada a Petrobrás apresentou o aumento de 10,2% na gasolina e 15,2% no diesel. O valor final nas bombas já começou a ser sentido pelo consumidor.

O preço médio da gasolina nos postos de Cuiabá é de R$ 4,99, porém em alguns o valor chega a R$ 5,09. Já o preço do etanol se manteve entre R$ 3,25 e R$ 3,39 na maioria dos postos. O aumento do preço do diesel também já foi percebido pelos motoristas, chegando a R$ 4,54 em alguns postos.

A justificativa da companhia estatal é de que a alta nos preços está diretamente ligada ao mercado internacional e à oscilação no preço do dólar. Em comunicado, a Petrobrás afirmou ainda que “têm influência limitada sobre os preços percebidos pelos consumidores finais".

Sugestão

A proposta do presidente Jair Bolsonaro é pela redução do PIS/Cofins dos combustíveis para que haja uma diminuição no preço ao consumidor. Ele sugeriu que “outros” sigam o exemplo e reduzam os tributos.

O governador Mauro Mendes explicou que a situação dos Estados é diferente da União. Segundo ele, os Estados não podem se dar ao luxo de diminuir a arrecadação.

“Eu não quero entrar aqui em uma polêmica com o nosso presidente Jair Bolsonaro, mas veja bem, no ano passado o Governo Federal fechou o ano com o maior rombo da história do Brasil, com mais de R$ 700 bilhões de déficit, ficou devendo porque teve que ir a banco pegar dinheiro emprestado. O problema é que o Governo Federal pode fazer isso, governos dos Estados e Municipais não podem. Então ele gasta, faz o que acha que deve e o que o Congresso autoriza fazer, e se falta dinheiro ele faz algumas assinaturas lá, emite título e emite dívida para outros pagarem”.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/440754/visualizar/