Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quarta - 07 de Abril de 2021 às 20:54
Por: Por G1 MT

    Imprimir


Grávida devem reforçar medidas de prevenção — Foto: Freestocks/Unsplah/Divulgação
Grávida devem reforçar medidas de prevenção — Foto: Freestocks/Unsplah/Divulgação

A médica e professora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Ana Paula Muraro, orientou que as grávidas mantenham o distanciamento social e evitem idas a hospitais durante a gestação na pandemia.

Atualmente, Mato Grosso registra 27 mortes em decorrência da Covid-19, sendo 17 somente neste ano.

A mais recente, registrada nessa terça-feira (6), foi a morte da médica Cibele Bento Rodrigues, de 38 anos, em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. Ela estava grávida de oito meses e os médicos conseguiram salvar o bebê em um parto de emergência.

VÍDEO: Médica grávida de 8 meses morre de Covid-19 e bebê é salvo em parto de emergência

00:00/00:49

VÍDEO: Médica grávida de 8 meses morre de Covid-19 e bebê é salvo em parto de emergência

Segundo a professora da UFMT, as gestante são consideradas grupo de risco e, por isso, devem sempre reforçar as medidas de prevenção à Covid-19.

“É importante reforçar as recomendações para prevenção da infecção entre as mulheres gestantes e também para aquele período depois do parto”, ressaltou.

Ana Paula explicou que uma análise do Ministério da Saúde aponta que a maior parte dos óbitos que ocorrem entre gestantes são no 3° trimestre ou no período pós-parto, “mas isso não diminui a importância das medidas de prevenção em todas as fases da gravidez”.

Médica Ana Paula Muraro, orientou que as grávidas mantenham o distanciamento social — Foto: Reprodução

Médica Ana Paula Muraro, orientou que as grávidas mantenham o distanciamento social — Foto: Reprodução

A médica também orientou que as mulheres gestantes evitem ir a hospitais sem necessidade.

“É importante que a mulher mantenha o pré-natal adequado, mas que evite procedimentos que não são necessários nesse período. Durante o parto, é recomendado um menor período de internação”, explicou.

Mikaely Karoline, de 20 anos, grávida de 8 meses, morreu de Covid-19 em MT — Foto: Facebook/Reprodução

Mikaely Karoline, de 20 anos, grávida de 8 meses, morreu de Covid-19 em MT — Foto: Facebook/Reprodução

Segundo Ana Paula, o distanciamento social deve ser mantido durante o período de gestação e também logo após o parto.

“É importante observarmos, sempre que possível, o afastamento das mulheres gestantes ou o trabalho remoto, se viável, principalmente das mulheres que trabalham na área da saúde. É importante que a gente priorize este grupo para evitar a contaminação, uma vez que elas possuem esse maior agravamento da doença”, ressaltou.

Desde o início da pandemia até 20 de março de 2021, foram registrados 324 casos da Covid-19 em grávidas, sendo 130 somente neste ano. Desse total, 113 precisaram de internação, sendo 37 em 2021.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/441936/visualizar/