Repórter News - reporternews.com.br
Nacional
Sábado - 12 de Outubro de 2013 às 08:40

    Imprimir


Peixe-lua foi encontrado em praia de Bertioga, no litoral de SP (Foto: Luiz Paulo Valentim/ Arquivo pessoal)
Peixe-lua foi encontrado em praia de Bertioga, no litoral de SP (Foto: Luiz Paulo Valentim/ Arquivo pessoal)

O peixe-lua de 250 quilos encontrado na praia de Boracéia, em Bertioga, no litoral de São Paulo, não foi aprovado pelo paladar do vizinho do pescador Manoel Raimundo Valentin, responsável pela captura, na última quarta-feira (9). Osvaldo Almeida Silva, aposentado de 74 anos que acabou ficando com o animal, disse ter almoçado o bicho nesta sexta-feira (11), mas admitiu que o sabor não o agradou.

De acordo com Osvaldo, ele e os familiares se decepcionaram com o peixe. “Eu trouxe ele para casa em dois carrinhos de mão e coloquei em cima da mesa, mas não parava de correr água. Experimentei (o animal), no almoço, mas ele não presta. Além do sabor ser muito ruim, você come e ele dissolve. Ninguém em casa gostou”, disse o aposentado, que compartilhou a refeição com o filho e a nora.

Segundo ele, o pouco que sobrou do peixe acabou sendo jogado fora. “(O resto) Foi para o lixo. Ele tinha sabor parecido com o da arraia, só que pior”, resumiu Osvaldo.

Animal encontrado possui muitas toxinas, tornando seu consumo inapropriado (Foto: Luiz Paulo Valentim/ Arquivo pessoal)

Animal encontrado possui muitas toxinas (Foto:
Luiz Paulo Valentim/ Arquivo pessoal)

Raimundo, por sua vez, disse ter tentado alertar o vizinho de que comer o peixe não seria uma boa pedida, mas só conseguiu falar com ele depois do almoço. “Eu disse que não era bom, que tinham me avisado disso, mas ele achou que era besteira minha”, contou o pescador, que precisou de cinco amigos para colocar o animal dentro do barco de pesca, intrigando os moradores das imediações.

A pesca
Durante a pesca de quarta-feira, Raimundo notou ter capturado um peixe grande, já que não conseguia puxar a rede sozinho. Na quinta-feira (10), o pescador retornou ao local acompanhado de amigos para, enfim, conseguir colocar o animal, de quase dois metros, no barco.

Michel Donato Gianeti, que atua na área de oceanografia biológica da Universidade de São Paulo (USP), recebeu as fotos do peixe, definindo-o como um “peixe-lua”, e disse que o mesmo se tratava de um ser “relativamente comum” em águas oceânicas do Brasil. Ainda de acordo com ele, a carne da espécie não é apreciada para consumo. O especialista, por fim, esperava ver o animal para realização de estudos mais aprofundados.

Espécie pode chegar a quatro metros e pesar mais de duas toneladas (Foto: Luiz Paulo Valentim/ Arquivo pessoal)

Peixe pode chegar a quatro metros e pesar mais de 2 toneladas (Foto: Luiz Paulo Valentim/ Arquivo pessoal)




Fonte: Do G1

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/7136/visualizar/