Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Sábado - 22 de Outubro de 2011 às 09:03

    Imprimir


O presidente da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), Carlos Orione, vai tentar convencer a diretoria de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) da viabilidade do estádio municipal, presidente Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, em receber o segundo e decisivo jogo entre Cuiabá e Santa Cruz (PE) pela semifinal do Campeonato Brasileiro da Série D.

Em ato assinado pelo diretor Virgílio Elísio, na noite de quinta-feira, a entidade que comanda o futebol brasileiro oficializou o estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis, como palco do duelo decisivo entre os dois times. O local tem capacidade para acomodar 18 mil pessoas, 11 mil a mais em relação ao Dutra, que pode receber apenas sete mil, o que não atende à exigência da CBF, que recomenda dez mil lugares a partir da semifinal. A partida, que vale vaga à decisão da Quarta Divisão, está marcada para o próximo dia 30.

Nem mesmo a garantia de que a prefeitura de Cuiabá arcará com a despesa da montagem de arquibancada móvel (metálica) para mais três mil lugares não convence a CBF a voltar atrás, já que é vetado pela entidade a utilização este tipo de estrutura para acomodar torcedores - a precaução é para evitar qualquer tipo de tragédia como ocorreu em 2001 na final do Campeonato Brasileiro entre Vasco e São Caetano no estádio São Januário, onde houve morte e centenas de pessoas feridas com o desabamento do alambrado.

O argumento a ser utilizado por Carlos Orione é que o Cuiabá será o grande prejudicado com o jogo sendo realizado em Rondonópolis, distante da capital a 240 km da capital do Estado. Segundo ele, o prejuízo será financeiro, pois a torcida do "Dourado" se concentra na capital, além das despesas com transporte, hospedagem e alimentação para viajar ao sul do Estado.

Outros fatos a serem explanados pelo dirigente mato-grossense é que o atual campeão estadual ainda não possui um grande torcida e a mudança de local só beneficiará o Santa Cruz, já que estará atuando em um campo neutro. "Vamos apresentar vários argumentos à CBF voltar atrás da decisão do Cuiabá jogar no Luthero Lopes. Esta decisão só vem a beneficiar o Santa Cruz, além do prejuízo financeiro que o nosso representante terá com está mudança de local", frisou Orione.




Fonte: A Gazeta

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/71748/visualizar/