Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 20 de Setembro de 2011 às 15:50
Por: Laura Nabuco

    Imprimir


Depois do secretário de Saúde de Várzea Grande, Fábio Saad, é a vez do secretário de Governo da segunda maior cidade do Estado, Wilton Coelho, o Wiltinho, reclamar da postura do Governo do Estado perante o município. Após uma reunião com o secretário estadual de Cidades, Nico Baracat, nesta terça (20), para discutir as obras de uma rodoviária na cidade, Wiltinho afirma ter saído com menos do que entrou. "Fomos para tratar de algo que acreditávamos já estar em fase de licitação, mas decobrimos que nem mesmo a área que seria utilizada temos mais", afirma.

Wiltinho diz que a explicação dada a ele e aos secretários de Assuntos Estratégicos, João Bulhões, e de Habitação, Aparecido Reginaldo Rodrigues, que também estiveram na reunião, foi que o propreitário que havia sido cedido o local para a obra desistiu do acordo. Nico, por sua vez, não teria dado nenhuma sinalização de como o problema pode ser resolvido.

Frustrado com a situação, o vereador licenciado dispara uma série de críticas. "A gente vê as coisas chegando para Cuiabá, Sinop e outras cidades e não vê investimentos em Várzea Grande. Daqui a pouco começa a época de chuvas e nada foi feito aqui", desabafa.

Apesar das reclamações, o secretário descarta a hipótese de Nico estar evitando destinar recursos à cidade para não fomentar a possível candidatura à reeleição em 2012 do prefeito em exercício Tião da Zaeli (sem partido). Acontece que ele também é pré-candidato à disputa do Paço Couto Magalhães pelo PMDB do governador Silval Barbosa.

Saad também já havia criticado a ausência de recursos destinados a Várzea Grande e foi rebatido pelo presidente da Assembleia, deputado José Riva. Na época, o cacique afirmou não adiantar encaminhar emendas ao municipio porque a verba corria o risco de ser má administrada. Entre os motivos da alfinetada estava o troca-troca de prefeitos na cidade.

Para Wiltinho, no entanto, a instabilidade não pode ser utilizada como desculpa. Ele reconhece que Várzea Grande passou por maus momentos, mas garante que os problemas já foram solucionados. "Independente de quem está no poder, tem que haver um compromisso com a população", avalia.





Fonte: Rdnews

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/75605/visualizar/