Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Sexta - 12 de Agosto de 2011 às 22:43
Por: EMILI ARCHER

    Imprimir


Um levantamento feito pela equipe do Centro de Controle de Zoonozes – CCZ de Rondonópolis aponta que entre janeiro de 2010 a junho de 2011, o Poder Público municipal gastou R$ 210 mil. O valor é referente à coleta de cães e gatos doentes que são abandonados pelos donos. Neste sentido, o gerente do Núcleo de Vigilância Ambiental, Edgar da Silva Prates, apresentou uma proposta para o Conselho Municipal de Saúde, relacionada a mudança das atividades desenvolvidas pela ‘carrocinha’.

A ideia é incentivar entre a população uma mudança de hábito. De acordo com Edgar, a responsabilidade de cuidar de animais doentes é dos donos. A função da ‘carrocinha’ é agir na captura de cães agressivos. “Não podemos mais atender a população com essa reivindicação. Nosso trabalho é diferenciado e não cuidar de um problema que é do proprietário”, disse.

Edgar pede atenção às pessoas que pretendem adotar um animal de estimação. “Só pegue um cão ou gato para criar se você for realmente cuidar dele. Vacinar, oferecer carinho e alimento adequado. O animal também precisa de atenção, especialmente quando está doente”, completa.

O documento com a sugestão foi entregue ao secretário de Saúde do Município, Valdecir Feltrin durante a reunião do grupo na última quinta-feira (11). Agora a proposta vai ser analisada pelos Conselheiros.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/79937/visualizar/