Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Saúde
Terça - 07 de Junho de 2011 às 21:14

    Imprimir


Um levantamento do Ministério Público Federal constatou que 40 das 43 fontes de abastecimento de água dos assentamentos rurais de Ladário e Corumbá, na região do Pantanal, em Mato Grosso do Sul, estão contaminadas por coliformes fecais e totalmente impróprias para consumo.

Os exames foram realizados em maio deste ano e revelaram a presença da bactéria Escherichia coli em cisternas, poços, minas, caixas d"água, reservatórios e até lagos de oito assentamentos do Incra (Tamarineiro I e II, Tamarineiro Sul, Taquaral, Jacadigo, Paiolzinho, São Gabriel e Urucum).

"Com a ingestão de água contaminada, as famílias desses oito assentamentos estão seriamente expostas a inúmeras doenças", afirmou em nota a Procuradoria, que disse estudar medidas judiciais para garantir melhoria no abastecimento.

"Problemas relacionados à água são recorrentes nos assentamentos da região de Corumbá e Ladário", continuou.

Há três anos, uma amostra coletada no assentamento Tamarineiro II apresentou em testes um nível elevado de bactérias. "A análise considerou que a água põe em risco a saúde dos moradores, sendo imprópria para consumo humano", disse a Procuradoria.

No assentamento São Gabriel, um sistema de abastecimento orçado em R$ 400 mil foi construído com verbas federais em 2009. Em menos de dois anos, porém, parou de funcionar.

"Trezentas famílias do assentamento passaram a ser abastecidas de forma precária por caminhões-pipa e um pequeno brejo existente no local. Até hoje a maior parte dos assentados não recebe água dessa rede de abastecimento."

A Folha entrou em contato com a assessoria de imprensa do Incra, que não respondeu até a conclusão deste texto.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/88655/visualizar/