Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Quinta - 19 de Maio de 2011 às 16:32

    Imprimir


O presidente do Fluminense, Peter Siemsen, estava nos Estados Unidos a trabalho, mas o planejamento do clube para o segundo semestre continua a todo vapor. De volta ao Rio de Janeiro, o mandatário tricolor confirmou que o desfecho da negociação com o atacante Ciro, ex-Sport, deverá ser sacramentada nas próximas horas e também revelou certo otimismo no acerto com Elkeson, do Vitória.

- Ciro não está certa, pois só consideramos a negociação fechada quando tudo estiver assinado. Mas está bem encaminhada e será fechada esta semana. Verbalmente está acertado, mas é assinatura que conta. Elkeson é um garoto bom, que poderá ser um investimento para o Fluminense no futuro. Diria que temos boas chances. Se eles (o Vitória) querem dinheiro, é uma questão de negociação - disse Siemsen, em referência a declaração do presidente do Vitória, Beto Oliveira, que não aceita negociar a promessa por empréstimo.

Com relação a reviravolta na negociação Fabrício, que acabou se transferindo do Cruzeiro para o Atlético Paranaense depois de realizar exames médicos no Rio de Janeiro, o dirigente não se mostrou preocupado. O zagueiro já havia acertado as bases salariais com o clube, na casa dos R$ 70 mil, e fechou com o Furacão, a contragosto, com salário menor: R$ 55 mil, aproximadamente.

- Ele não era a prioridade. Nunca foi o nome no topo da nossa lista. Temos outras prioridades. A defesa não é uma delas. Temos Edinho, que, na minha opinião, tem feito um ótimo papel como zagueiro, Gum e Leandro Euzébio recuperado. A negociação não estava concluída e acabou não evoluindo - disse Peter Siemsen.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/91199/visualizar/