Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Saúde
Terça - 05 de Abril de 2011 às 18:35

    Imprimir


Um hospital inaugurado em 2008 em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), mas que até hoje não entrou em funcionamento por falta de equipamentos, será a segunda unidade hospitalar a funcionar em Mato Grosso dentro do novo modelo de parcerias com Organizações Sociais de Saúde (OSS). Na sessão dessa segunda-feira (04), a Câmara Municipal aprovou em única votação o projeto da prefeitura autorizando a cessão do prédio do Hospital Municipal para o Governo do Estado. Assim, o modelo de gestão por OSS, defendido pelo Governo de Mato Grosso, também será adotado em Sinop, contribuindo para desafogar a demanda no Nortão.

“Acredito que o gerenciamento por meio de OSS é o caminho, porque o Poder Público hoje não tem como tocar todas estas demandas na área de saúde. Poucos municípios brasileiros têm esta capacidade”, declarou o prefeito Juarez Costa, que tratou da cessão do hospital recentemente com o secretário Pedro Henry e com o governador Silval Barbosa que aceitou assumir a responsabilidade pelo hospital, que terá capacidade de 100 leitos.

Na sessão dessa segunda-feira na Câmara, os nove vereadores presentes votaram a favor da cessão. “Dois vereadores não estiveram presentes por problemas de saúde, mas acredito que se estivessem aqui também aprovariam, porque é uma alternativa para melhorar a saúde”, disse o presidente da Câmara, Remídio Kuntz. Na sexta-feira (01), o Conselho Municipal de Saúde de Sinop já havia aprovado o projeto enviado pelo prefeito e também autorizou a cessão. Agora, os documentos sobre o hospital, incluindo as decisões do conselho e da câmara, serão enviados para a Secretaria de Estado de Saúde para formalizar o acordo.

Assim que for concluído o processo de seleção da entidade que irá gerenciar o Hospital Metropolitano de Várzea Grande, a SES iniciará o procedimento para abertura de Chamamento Público para a seleção de uma OSS para Sinop. Nessa segunda-feira, após a análise de proposta técnica, o Instituto Pernambucano de Assistência e Saúde (Ipas) foi selecionado para o gerenciamento do hospital de Várzea Grande, que terá 62 leitos e deverá funcionar já no mês de junho. A homologação do resultado final será divulgada no dia 19 de abril, transcorrido o prazo para recursos.

Em Sinop, município com 113 mil habitantes, os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) contam atualmente apenas com o atendimento de um Pronto Atendimento Municipal e do Hospital Santo Antônio, uma instituição filantrópica que mantém convênio com o Governo do Estado e oferece 75 leitos.

Por meio de emendas parlamentares, R$ 10 milhões já estão garantidos para Sinop e serão repassados para o Governo do Estado para a compra de equipamentos. Com a cessão, o Estado se responsabilizará por algumas obras de acabamento, por reformas que sejam necessárias, e ainda pela manutenção do hospital que demandará recursos estimados em R$ 2,3 milhões mensais.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/96593/visualizar/