Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Saúde
Segunda - 04 de Abril de 2011 às 07:09
Por: Rafael Honório

    Imprimir


Vanderley Soares
Gustavo Sondermann não resistiu ao acidente com Pedro Boesel
Gustavo Sondermann não resistiu ao acidente com Pedro Boesel
Após um grave acidente na etapa de São Paulo na categoria de acesso à Stock Car, o piloto Gustavo Sondermann teve sua morte cerebral anunciada pelo corpo médico do Hospital São Luiz, onde foi atendido. Segundo o boletim médico oficial, o paulista, que chegou com quadro estável ao local, teve  complicações por conta do acidente. A Confederação Brasileira de Automobilismo decretou luto oficial de sete dias.

O piloto de 29 anos começou sua carreira no kart aos 16 anos. Em 2007, Sondermann viveu de perto uma das maiores tragédias do automobilismo brasileiro: o paulista corria na Stock Light pela equipe FTS Competições. Seu companheiro de equipe, Rafael Sperafico, acabou se envolvendo em um grave acidente também em Interlagos e morreu.

Por coincidência, o acidente fatal de Gustavo aconteceu na mesma pista e curva de Sperafico: a curva do Café. A pick-up número 48 do piloto foi acertada por três veículos até ser totalmente destruída em colisão com o carro de Pedro Boesel. O local é conhecido por ser o mais perigoso do autódromo paulista.

Na temporada 2009 e 2010, o paulista correu na Stock Car. No primero ano, ele competiu pela equipe Gramacho Costa e, na segunda temporada, se dividiu entre a AMG Motorsport e a própria Gramacho Costa. Ele foi companheiro de equipe de pilotos como Átila Abreu e Christian Fittipaldi.
 
Após a colisão violenta, Gustavo Sondermann foi retirado do carro pela equipe médica da categoria. O piloto teve uma parada cardiorrespiratória, mas acabou sendo reanimado pelo dr. Dino Altmann. Ele foi encaminhado para o centro médico de Interlagos, teve seu quadro estabilizado e depois foi levado para o Hospital São Luiz na capital paulista.
Confira o boletim médico

"O Hospital São Luiz informa que o piloto Gustavo Sondermann deu entrada na Unidade Morumbi às 14h25 de 03 de abril, após acidente durante prova automobilística, realizada neste domingo no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.
O paciente foi transportado para o Hospital São Luiz Unidade Morumbi imediatamente após ser reanimado em pista e receber atendimento médico do próprio hospital no Centro Médico do Autódromo.

Atendido inicialmente pela equipe de emergência do pronto-socorro da Unidade Morumbi, Sondermann foi transferido para a UTI. No momento da entrada estava em coma (escala de Glasgow 3), respirando com auxílio de aparelhos.

Após exames clínico, neurológico, funcional e de imagem, foi constatado traumatismo craniano grave, hemorragia cerebral difusa e fratura da primeira vértebra cervical. Frente às lesões apresentadas, foi concluído pela equipe médica que não havia indicação para tratamento cirúrgico.
O quadro neurológico é considerado irreversível."
 
 




Fonte: Do G1

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/96880/visualizar/