Publicado em Sábado - 13 de Janeiro de 2018 | por Leonardo Heitor/folhamax

"Com certeza, fede", analisa Riva sobre grampos e fraudes na Seduc

“Com certeza fede”. Com esta frase, o ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa voltou a alfinetar o desafeto político e governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB).
Leia mais...

TJ manda Sefaz liberar notas para empresa de ex-prefeito de Cuiabá

Publicado em Sábado - 13 de Janeiro de 2018 | por Leonardo Heitor/folhamax

A Segunda Câmara de Direito Público e Coletivo do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) decidiu por unanimidade em novembro do ano passado manter a decisão que permite que a Bimetal Indústria continue emitindo notas fiscais.
Leia mais...

Educação de MT muda horário de servidores e retoma expediente integral

Publicado em Sábado - 13 de Janeiro de 2018 | por Leonardo Heitor/folhamax

O secretário de Educação (Seduc), Marco Marrafon, alterou o horário de expediente dos servidores da pasta, para 2018. Com isso, o expediente na pasta passará a de ser de 40 horas semanais, no lugar das atuais 30 horas.
Leia mais...

Aliados expõem mágoa com Taques

Publicado em Sábado - 13 de Janeiro de 2018 | por Diário de Cuiába

Em Mato Grosso, das cinco candidaturas ao governo, a que liderava as pesquisas era do senador Pedro Taques, que se tornou governador do Estado em outubro daquele ano.
Leia mais...

PSD cita lealdade ao governo e defende reedição de chapa Taques-Fávaro

Publicado em Sábado - 13 de Janeiro de 2018 | por Leonardo Heitor/folhamax

“O PSD terá uma vaga na majoritária”. A fala é do deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD). O parlamentar afirmou que defende a repetição da chapa vencedora em 2014, com Pedro Taques (PSDB) para o governo e seu colega de partido, Carlos Fávaro, como vice.
Leia mais...

Em 1 ano, auxílios indevidos pagos pelo INSS em MT causam prejuízo de R$ 2,5 milhões

Publicado em Sexta - 12 de Janeiro de 2018 | por G1-MT

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) divulgou um relatório de uma auditoria que aponta haver indícios de irregularidade no pagamento de 227 auxílios, pensões e aposentadorias pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Mato Grosso.
Leia mais...
O governador Pedro Taques, que rebateu a crítica feita por sindicalistas
O governador Pedro Taques, que rebateu a crítica feita por sindicalistas

Taques rebate sindicatos e diz que manteve reajustes salariais

Publicado em Sexta - 12 de Janeiro de 2018 | por Camila Ribeiro e Thaiza Assunção/midia news

O governador Pedro Taques (PSDB) rebateu nesta sexta-feira (12) críticas feitas à sua gestão pelo Fórum Sindical - que reúne categorias do funcionalismo público de Mato Grosso.

Leia mais...
O secretário de Políticas Agrícolas do Ministério da Agricultura, Neri Geller: cenário está indefinido
O secretário de Políticas Agrícolas do Ministério da Agricultura, Neri Geller: cenário está indefinido

“Se recuperar MT, seria hipócrita dizer que não tem viabilidade”

Publicado em Sexta - 12 de Janeiro de 2018 | por Douglas trielli/midianews

O secretário de Políticas Agrícolas do Ministério da Agricultura, Neri Geller (PP), avaliou que o governador Pedro Taques (PSDB) tem condições de viabilizar uma eventual candidatura à reeleição, até agosto deste ano, caso consiga recuperar a economia do Estado.
Leia mais...

Taques alega que deputado não entregou liderança na AL

Publicado em Sexta - 12 de Janeiro de 2018 | por Leonardo Heitor/folhamax

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou que não foi comunicado de uma possível saída do deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) da liderança do governo na Assembleia Legislativa (AL-MT).
Leia mais...
Antonio Joaquim aponta que Taques age para enfraquecer sua pré-candidatura
Antonio Joaquim aponta que Taques age para enfraquecer sua pré-candidatura

Conselheiro avisa que Taques "não é Deus" e assume ter sido ingênuo sobre aposentadoria no TCE

Publicado em Sexta - 12 de Janeiro de 2018 | por Diego frederici/folhamax

O conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Antônio Joaquim Neto, disse que foi “ingênuo” em seu processo de aposentadoria – que agora depende de autorização do Supremo Tribunal Federal (STF).
Leia mais...