Publicado em Quinta - 27 de Julho de 2017 | por Fábio Amato e Laís Lis, G1, Brasília

Alta de tributos sobre diesel vai encarecer também contas de luz, prevê Aneel

O aumento de tributos sobre os combustíveisdeterminado pelo governo federal não vai atingir o bolso dos consumidores apenas no momento de abastecer o carro. A medida também vai deixar as contas de luz mais caras a partir do ano que vem, segundo prevê a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).Além da gasolina e do etanol, a alíquota de PIS e Cofins subiu para o óleo diesel: de R$ 0,21 para R$ 0,46 a cada litro.

Leia mais...
Paulo Souza/EPTV
Alta de PIS e Cofins sobre o diesel vai encarecer também as contas de luz
Alta de PIS e Cofins sobre o diesel vai encarecer também as contas de luz

Preço da gasolina em Sinop pode ter aumento de até 10% após alta nos impostos

Publicado em Segunda - 24 de Julho de 2017 | por Cleber Romero

O levantamento feito por Só Notícias em três dos principais postos de combustíveis aponta aumento de pelo menos 10% no preços da gasolina, 9% no álcool e até 8% no diesel após o governo federal anunciar elevação nas alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), na última quinta-feira (20).

Leia mais...

Governo divulga aumento de alíquota do PIS/Cofins sobre combustíveis

Publicado em Sexta - 21 de Julho de 2017

Com dificuldades em recuperar a arrecadação, o governo decidiu aumentar tributos para arrecadar R$ 10,4 bilhões e cumprir a meta fiscal de déficit primário de R$ 139 bilhões

Leia mais...

Governador prorroga isenção de ICMS para produtores de peixe

Publicado em Terça - 18 de Julho de 2017 | por Ana Cláudia Guimarães | Gcom-MT

Os piscicultores fazem Mato Grosso figurar hoje como o quarto maior estado produtor de peixes no país.

Leia mais...

MT foi o 2º estado com maior geração de empregos em junho, diz Caged

Publicado em Terça - 18 de Julho de 2017 | por G1/MT

Em junho houve a recuperação de quase todos os setores da economia em Mato Grosso. Entre contratados e demitidos, o saldo positivo foi de 5.779 empregos com carteira assinada. O estado só ficou atrás de Minas Gerais no ranking do Caged. Minas Gerais teve saldo positivo de 15.445 postos de trabalho.

Leia mais...

Femoda/MT traz novidades e novos negócios para o setor de moda em Mato Grosso

Publicado em Segunda - 17 de Julho de 2017 | por Da Assessoria

Para esta edição da Femoda a organização do evento traz a palestra “Tendências Mundiais de Varejo e Negócios 2017” com a palestrante e consultora da “Ponto de Referência em Mato Grosso”, Luciana Falcão Franco.

Leia mais...

Mercado estima inflação menor em 2017 e 2018 e vê juros mais baixos

Publicado em Segunda - 17 de Julho de 2017 | por Alexandro Martello, G1, Brasília

As expectativas foram coletadas pelo Banco Central na semana passada e divulgadas nesta segunda-feira (17) por meio do relatório de mercado, também conhecido como Focus. Mais de cem instituições financeiras foram ouvidas.

Leia mais...
No Estado, o maior produtor nacional do cereal, foram cultivados mais de 4,7 milhões de hectares
No Estado, o maior produtor nacional do cereal, foram cultivados mais de 4,7 milhões de hectares

MT puxa ritmo da colheita de milho safrinha no país

Publicado em Segunda - 17 de Julho de 2017 | por Marianna Peres/Diário de Cuiabá


Os mais atrasados em relação ao ano passado são justamente São Paulo e Paraná, que colheram apenas 6% e 19%, respectivamente. Há um ano, a colheita estava em 50% e 45%. Além do atraso no plantio, as temperaturas mais amenas agora em julho têm dificultado a perda de umidade dos grãos em algumas áreas.

Leia mais...

Reforma trabalhista é aprovada no Senado; confira o que muda na lei

Publicado em Terça - 11 de Julho de 2017 | por Marta Cavallini

O Senado aprovou nesta terça-feira (11) o texto da reforma trabalhista. Para virar lei, as novas regras ainda dependem da sanção do presidente Michel Temer. A reforma muda a lei trabalhista brasileira e traz novas definições sobre férias, jornada de trabalho e outras questões.

Leia mais...
Custo do m², em Mato Grosso, encerrou os primeiros seis meses do ano com média de R$ 1.052,11, contra R$ 986,10 registrados há um ano
Custo do m², em Mato Grosso, encerrou os primeiros seis meses do ano com média de R$ 1.052,11, contra R$ 986,10 registrados há um ano

Estado tem menor inflação do setor de construção civil

Publicado em Segunda - 10 de Julho de 2017 | por Marianna Peres/Diário de Cuiabá

O custo do metro quadrado padrão (m²), em Mato Grosso, encerrou os primeiros seis meses do ano com custo médio de R$ 1.052,11, ante a média nacional de R$ 1.046,68 e do Centro-Oeste em R$ 1.051,36. Em junho do ano passado, o Sinapi mato-grossense ficou em R$ 986,10.

Leia mais...