Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Sábado - 31 de Julho de 2010 às 06:00

    Imprimir


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou parte do Congresso ao falar hoje à noite, em Curitiba, para uma plateia de empresários. Segundo ele, o governo não conseguiu aprovar um projeto de reforma tributária porque há congressistas que pensam em si próprio. "Cada um quer resolver o seu problema, e não o problema do país."

O presidente estava acompanhado da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, dos candidatos ao Senado pela coligação que apoia Dilma, Roberto Requião (PMDB) e Gleisi Hoffmann (PT), e pelo senador Osmar Dias (PDT), que concorre ao governo do Paraná.

Lula pediu voto para os quatro. Ao defender voto em Requião e Gleisi, o presidente declarou: "É preciso melhorar o nível. Chega de Mão Santa [senador do PSC pelo Piauí] e de outros senadores".

O evento foi realizado no prédio da Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná), em que o tema foi "encontro com presidenciáveis", e durou cerca de uma hora e meia. Havia cerca de 200 pessoas no auditório da entidade.

Ao final do discurso, ao defender voto em Dilma, o presidente declarou: "Se tem alguém aqui com preconceito, não tenha preconceito por votar numa mulher. Deixa de ser besta. Ela é uma mãe. Foi ela que lhe pariu". 






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/120712/visualizar/