Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quinta - 16 de Outubro de 2008 às 16:43

    Imprimir


O Banco Central prosseguiu em sua rotina de intervenções pesadas no mercado de câmbio, promovendo três leilões num mesmo dia. À força dessas ações, o dólar comercial, que disparou pela manhã, encerrou o dia cotado a R$ 2,174 (valor de venda), em alta de 0,36%. A cotação da moeda americana oscilou entre a máxima de R$ 2,262 e a mínima de R$ 2,154 nesta quinta-feira.

Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi vendido por R$ 2,300, número 1,28% abaixo da cotação de ontem.

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) reduziu o ritmo de perdas e registra baixa de 3,10% (pelo índice Ibovespa). O giro financeiro é de R$ 4,32 bilhões. Nos EUA, a Bolsa de Nova York avança 2,48%.

Na primeira intervenção, o BC realizou um leilão de venda de dólares com recompra em 182 dias. Os agentes financeiros tomaram todo o dinheiro oferecido pelo banco: US$ 1 bilhão. A autoridade monetária aceitou ofertas por R$ 2,205, na taxa de venda, e por R$ 2,290 para recompra dos dólares. Às 12h17, o dólar comercial era negociado a R$ 2,229 para venda, em alta de 2,90%.

E na segunda intervenção, o BC realizou um leilão de venda de dólares, desta vez com queima de reservas. A autoridade monetária aceitou ofertas por R$ 2,2110 (a taxa de corte). O BC não divulga o valor negociado neste tipo de operação.

Pouco mais tarde, a autoridade monetária entrou no mercado com um leilão de contratos de "swap" cambial, o equivalente a uma operação de venda de dólares, mas no mercado futuro. O BC ofereceu cerca de US$ 2,5 bilhões desses contratos, mas os agentes financeiros somente tomaram US$ 1,81 bilhão.

Juros futuros

O mercado futuro de juros, que serve de referência para as tesourarias dos bancos, elevou as taxas projetadas para 2009 e 2010.

No contrato com vencimento em janeiro de 2009, a taxa projetada avançou de 13,92% ao ano para 13,94%; no vencimento de janeiro de 2010, a taxa projetada subiu de 14,73% para 14,76%; a exceção foi o contrato com o vencimento de janeiro de 2011, em que a taxa prevista cedeu de 15,21% para 15,17%.

A inflação medida pelo IGP-10 (Índice Geral de Preços-10) teve alta de 0,78% em outubro, invertendo a queda verificada no mês anterior de 0,42%. Analistas viram a influência da disparada do câmbio nas últimas semanas.

"Há possibilidade de transmissão ao longo da cadeia. Em até dois meses, o câmbio pode ganhar terreno no IGP", afirmou o economista da FGV (Fundação Getúlio Vargas) Salomão Quadros.

EUA

O Federal Reserve (Fed, o BC americano) divulgou uma das piores notícias do dia até o momento: a produção industrial caiu 2,8% em setembro. Trata-se da maior queda num único mês desde 1974. Analistas do setor financeiro projetavam um declínio de 1,5%. Segundo o Fed, a greve da Boeing e o impacto dos furacões Gustav e Ike influenciaram no desempenho do setor industrial.

Entre outras notícias, o banco norte-americano Citigroup anunciou revelou um prejuízo de US$ 2,8 bilhões no terceiro trimestre. Em idêntico período no ano passado, esse gigante financeiro havia apurado lucro de US$ 2,21 bilhões. O prejuízo por ação (US$ 0,60) ficou, no entanto, um pouco melhor que a previsão da maioria dos analistas do setor financeiro (US$ 0,70).

Ainda nos EUA, o Departamento de Trabalho informou que a inflação medida pelo CPI (preços ao consumidor) apontou estabilidade em setembro, ante uma variação de 0,1% em agosto. Ontem, o presidente do Federal Reserve (banco central americano), Ben Bernanke, voltou a sinalizar para uma relaxamento da política de juros, tendo em vista a crise financeira. Economistas de grandes bancos de investimentos estimam que a taxa básica americana, hoje em 2% ao ano, pode encerrar 2008 em 1,5%.

Na Europa, o governo alemão reduziu para 0,2% a projeção de crescimento econômico para 2009, contra uma estimativa anterior de 1,2%. A empresa finlandesa Nokia, maior fabricante do mundo de telefones celulares, revelou que o lucro do terceiro trimestre foi 30% menor que os ganhos apurados no mesmo trimestre do ano passado.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/171390/visualizar/