Repórter News - reporternews.com.br
Agronegócios
Terça - 11 de Junho de 2013 às 13:17
Por: Ronaldo Pacheco

    Imprimir


Na última edição da Exposição Agropecuária de Cuiabá (Expoagro 2013) no atual espaço, estão assegurados R$ 100 milhões em linhas de crédito para investimentos. A parceria do governo do Estado, Banco do Brasil e Sindicato Rural de Cuiabá irá assegurar que os produtores rurais de Mato Grosso tenham à disposição em linhas de crédito para negócios, com empenho direto do governador Silval Barbosa (PMDB).


 
Para o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires Miranda, o diferencial de ter a estrutura bancária dentro da feira para atender diretamente aqueles que pretendem realizar negócios. “Uma agência no parque de exposições para tratar desses assuntos garantirá comodidade e simplificará a vida do produtor”, defende pires de Miranda.


 
A ação do BB vai atender pequenos, médios e grandes produtores e permitirá a aquisição de equipamentos agrícolas, automóveis e animais em leilões com melhores condições de financiamento. O superintendente do Banco do Brasil em Mato Grosso, Luis Carlos Moscardi crê que, “com isso, o produtor poderá ir à exposição com a segurança de quanto ele poderá arrematar”.


 
Moscardi considera importante que os produtores que desejam realizar negócios na 49ª Expoagro preparem o que é necessário para a realização de financiamento. Para aqueles que ainda não são cadastrados junto ao ente financiador, Jorge Pires Miranda sugere que procurem o banco para resolver esta questão, assim também poderão acessar os recursos disponíveis em cada linha de crédito.


 
A maior feira agropecuária do Centro Oeste brasileiro conta com o apoio do Governo do Estado, que agora também inova ao firmar parceria para disponibilizar linhas de crédito no evento. “O Governo do Estado é um parceiro importante e nos ajudou a conseguir estes recursos, que é um fato inédito pelo volume de recursos à disposição em uma exposição”, avalia o presidente sindical.


 
“O aquecimento deste mercado em Mato Grosso e como o setor agropecuário tem cada vez mais importância no contexto econômico regional”, explica o secretário Pedro Nadaf, chefe da Casa Civil. Ele observa haver a possibilidade do banco expandir linhas de crédito para outras feiras agropecuárias do estado no decorrer do ano. A exposição começa dia 4 de julho e se encerra em 14 de junho, pela última vez no atual espaço do Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/17473/visualizar/