Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Nacional
Domingo - 14 de Outubro de 2007 às 12:59

    Imprimir


Cerca de 150 testemunhas que presenciaram a seqüência de acidentes na BR-282, em Santa Catarina , devem começar a prestar depoimento nesta segunda-feira (15).

O relato dos fatos à polícia deve ser feito por feridos, familiares das vítimas e motoristas que viram o caminhão desgovernado ultrapassar, pela contramão, os carros parados em uma fila de mais de 1,5 quilômetro, antes de invadir a área de resgate da primeira colisão, entre dois caminhões e um ônibus de agricultores. No total, 27 pessoas morreram.

A advogada do motorista que provocou o segundo acidente, Solange da Silva Machado, informou que também nesta segunda-feira deve entrar com uma liminar na Justiça de Descanso (SC) solicitando que seu cliente, Rosinei Ferrari, responda o processo em liberdade.

"Ele não tem antecedentes criminais e possui residência e emprego fixos, o que nos permite entrar com esse pedido”, afirmou. “Sobre as testemunhas que serão ouvidas, achamos muito importante o depoimento dos motoristas que estavam parados na fila, que poderão confirmar que Rosinei tentou frear de todas as maneiras e, quando viu que não conseguiria segurar o caminhão, fez o possível para avisar as pessoas, buzinando e dando sinal de luz com os faróis."

Nos hospitais das cidades de São Miguel d'Oeste (SC), Maravilha (SC) e Chapecó (SC), permanecem internados 26 feridos, três em estado grave. Ferrari continua no hospital São José, em Maravilha, sob escolta policial e sem previsão de alta. Exames diagnosticaram lesões nas pernas, bacia e coluna, além de traumatismo craniano.

Nesta semana, deverá ser divulgado também o laudo do tacógrafo retirado do caminhão dirigido por Rosinei Ferrari. O resultado vai apontar se a carreta estava acima da velocidade.




Fonte: G1

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/202860/visualizar/