Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Segunda - 30 de Julho de 2007 às 14:52

    Imprimir


A economista Adriana Vandoni, idealizadora do movimento que vem ganhando corpo com a distribuição de adesivos com a frase "Eu também vou vaiar Lula", decidiu convocar a população para o ato de protesto contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta terça (31), em Cuiabá. A concentração será às 8h, no trevo da avenida Miguel Sutil, que dá acesso ao Centro de Eventos do Pantanal, onde Lula fará discurso de lançamento de recursos do PAC para três municípios mato-grossenses.

Adriana pede que as pessoas dispostas a engrossar a manifestação pacífica compareçam ao local trajando roupa de cor preta. Ela sabe que dificilmente o grupo conseguirá chegar perto do presidente da República, mas observa que o propósito e externar o descontentamento com o governo petista e chamar atenção da imprensa e das pessoas que vão acompanhar a solenidade. "Nossa intenção não é causar confronto com a polícia. Será uma manifestação pacífica, mostrando para o país que aqui também há muita gente descontente e indignada", explica Adriana Vandoni.

O movimento pró-vaias preocupa alguns líderes tucanos, principalmente o prefeito cuiabano Wilson Santos. Ele teme que o ato possa ficar caracterizado como iniciativa do PSDB, já que Adriana é filiada ao partido e, com isso, prejudicá-lo nas parcerias com o governo federal por recursos. O assunto foi discutido em reunião da executiva regional do PSDB nesta segunda. A cúpula, sob a liderança do ex-senador Antero de Barros, convocou Adriana para se explicar. Ela deixou claro que o ato é uma iniciativa própria e não partidária.





Fonte: RD News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/214417/visualizar/