Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Segunda - 16 de Outubro de 2006 às 17:55
Por: Denise Niederauer

    Imprimir


Começou nesta segunda-feira (16.10) em Cuiabá o 1º Curso Nacional de Multiplicador de Polícia Comunitária. As aulas estão sendo ministradas na Escola de Polícia Comunitária no Campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O curso tem como alunos: Policiais Militares, Civis, Bombeiros Militares e Policiais Rodoviários Federais.

A aula inaugural hoje (16.10) foi com o palestrante e professor Arnaldo Souza Marques. E estiveram presentes na solenidade o secretário de Justiça e Segurança Pública em exercício, coronel da Polícia Militar, Denézio Pio da Silva, o reitor da UFMT, Paulo Speller, o secretário chefe da Casa Militar, coronel da PM Orestes de Oliveira, chefe de gabinete da diretoria geral da Polícia Judiciária Civil, delegado Gênison Brito, Matheus Couto, assessor do Senasp, coronel da PM Almir Balieiro e o diretor geral da Escola de Governo de Mato Grosso entre outras autoridades civis e militares.

No primeiro dia de aula, o professor tenente coronel da Polícia Militar do Estado de Rondônia, Adilson Pinheiro, fez a apresentação sobre a Teoria de Polícia Comunitária. "Temos que conhecer a especificidade de cada região para entender a participação da comunidade e do policial. Temos que fortalecer a filosofia de Polícia comunitária", explicou.

Para o secretário em exercício, coronel Denésio Pio da Silva, a parceria da UFMT com a cessão de suas instalações para os cursos de capacitação e qualificação, e o investimento da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), avaliza o nosso trabalho. "A filosofia da Polícia Comunitária vai alcançar cada vez mais o objetivo do seu trabalho, que é integrar as polícias e a comunidade", concluiu o secretário.

Para o coordenador de Polícia Comunitária da Sejusp, tenente coronel PM, Wilson Batista, "cada aluno vai levar a experiência e o conhecimento dos trabalhos desenvolvidos em cada região. Temos de aprender e conhecer as práticas desenvolvidas e aperfeiçoarmos o que tem resultados positivos", comentou.

Na avaliação do reitor da UFMT Paulo Speller, é de extrema importância as parcerias para levar ao cidadão o conhecimento. "O conhecimento deve ser difundido, essa é a nossa obrigação", frisa o reitor.

Na opinião do gestor governamental do Senasp, Alex Canuto, Mato Grosso recebe os representantes de outros Estados por ser o pioneiro e apresentar resultados muito positivos. "A filosofia de polícia comunitária nos orgulha por isso nosso investimento contínuo na capacitação e qualificação dos profissionais da área de segurança pública", finalizou Canuto.

INVESTIMENTO - A Senasp investiu R$ 250.603,58 (duzentos e cinqüenta mil seiscentos e três reais e cinqüenta e oito centavos), destinado para a realização dos três cursos. Todos os custos de material didático, hospedagem e passagens para os participantes do curso.





Fonte: Da Assessoria

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/268133/visualizar/