Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Domingo - 24 de Outubro de 2004 às 16:12

    Imprimir


Faltando uma semana para a eleição, a disputa eleitoral em Cuiabá está embolada. Pesquisa realizada pelo Instituto Mark aponta empate técnico entre os candidatos Wilson Santos (PSDB) e Alexandre César (PT), com tendência de virada em favor do tucano, que estava em desvantagem no início do segundo turno.

Na modalidade estimulada, quando são apresentados ao entrevistado os nomes dos candidatos em disputa, Wilson Santos aparece com 47% das intenções de voto, contra 45,5% de Alexandre César. Os indecisos somam 5%, enquanto 2,5% afirmaram que vão anular ou votar em branco. A margem de erro da estatística é de 4,5 pontos percentuais.

A pesquisa entrevistou 600 eleitores entre os dias 22 e 23 de outubro. O Instituto Mark realizou 19 pesquisas em Cuiabá nesta eleição e foi o primeiro a apontar esta guinada do eleitorado em favor do candidato tucano. O levantamento abrangeu 71 bairros em todas as regiões da cidade.

Na modalidade espontânea, quando o entrevistado responde de pronto o nome do seu candidato preferido, o tucano Wilson Santos também aparece com ligeira vantagem sobre o petista Alexandre César, embora a diferença esteja dentro da margem de erro estatística, o que reforça a situação de empate técnico.

O levantamento não aferiu os motivos da subida do tucano e queda do petista, que aparecia na dianteira no começo do segundo turno. Esses motivos somente podem ser apurados cientificamente numa pesquisa qualitativa. Analistas que observaram os números atribuem o equilíbrio da disputa a diversos fatores.

Em favor do candidato tucano contam o novo estilo da propaganda eleitoral com um marketing mais agressivo na comparação entre os candidatos e o fato dele ter conseguido colocar a campanha nas ruas nesta última semana.

Contra o petista Alexandre César, os analistas indicaram os apoios recebidos no segundo turno de políticos rechaçados pela população e alguns fatores externos como a sucessão de reportagens na TV Globo mostrando ineficiência, corrupção e uso político dos programas sociais do governo Lula.

Os analistas dizem que os dois últimos debates nas TVs Gazeta/Record e Centro América/Globo serão cruciais para a tomada de posição dos eleitores que ainda estão indecisos.

Os últimos programas no horário eleitoral da TV também terão um papel fundamental nesta definição, principalmente porque o clima esquentou entre as duas campanhas, com os dois lados fazendo acusações mais diretas e contundentes.

A pesquisa do Instituto Mark foi registrada no cartório eleitoral da 1ª Zona sob número 611/2004.




Fonte: 24 Horas News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/370267/visualizar/