Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Terça - 15 de Junho de 2004 às 08:35
Por: Jonas Da Silva

    Imprimir


Por iniciativa do vice-presidente da Assembléia Legislativa, deputado Mauro Savi (PPS), o governador Blairo Maggi (PPS) instituiu o Dia do Migrante e da Comunidade Sulista em Mato Grosso. O deputado foi autor da Lei Número 8.128, sancionado no início deste mês pelo governador. A partir de agora, anualmente, a data será comemorada em todo Mato Grosso e reforçará as atividades dos 39 Centros de Tradição Gaúcha (CTG´s), que no Estado geralmente comemoraram o encerramento da Semana Farroupilha, assim como em todo o Brasil. “Nas últimas três décadas, independente da divisão geopolítica imposta pelo poder central, nasceu um novo Mato Grosso sintonizado com os novos tempos e ostentando uma salutar integração entre os povos”, assegura o deputado Mauro Savi, sobre o fato do migrante ter sido e ainda ser o grande acelerador da mudança do perfil econômico de Mato Grosso.

Atualmente, estima-se que 50% da população fixa de Mato Grosso sejam de origem sulista. Uma leva de migrantes que saiu na década de 70 e 80 do século XX dos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná à procura de terras e novos empreendimentos em Mato Grosso, e toda a Amazônia Ocidental (Sul do Pará, Rondônia e Acre), onde uma leva de famílias se juntou com a população existente nos Estados da região.

Dessa reunião de forças, pode-se historicamente destacar a formação de núcleos populacionais e vilas em atividades de extrativismo florestal, transformação da madeira e da agroindústria, que consolidaram a economia sócio-econômica de Mato Grosso. Essa contribuição pode ser observada no desenvolvimento e referência econômica nacional e internacional do agronegócio do Estado.

São dessa mesma época, frutos da soma do trabalho entre a população nativa do Estado e os migrantes a fundação, construção de 39 municípios de Mato Grosso onde predomina a população sulista.

A maioria com 15 a 20 anos de existência e que foram emancipados na década de 80, como Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde, todos com 18 anos de vida política-administrativa; Tangará da Serra, emancipada em 1976; Alta Floresta; Colniza; Água Boa; Porto dos Gaúchos, Primavera do Leste, Campo Verde e Sapezal. Esta última criada e fundada há 10 anos e que comemora aniversário em 19 de setembro, data este ano do Dia do Migrante e Comunidade Sulista.




Fonte: Secom - MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/380567/visualizar/