Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Judiciário e Ministério Público
Sábado - 09 de Outubro de 2021 às 11:41
Por: Repórter News

    Imprimir


Davi Gustavo Marques de Souza, de 3 anos, foi levado morto ao hospital de Nova Marilândia — Foto: Arquivo pessoal
Davi Gustavo Marques de Souza, de 3 anos, foi levado morto ao hospital de Nova Marilândia — Foto: Arquivo pessoal

Terminou nesta madrugada de sábado (9.10), após dois dias de debate, o julgamento de Luana Marques Fernandes (25), mãe do pequeno Davi Gustavo Marques de Souza (3 anos), morto no dia 26 de novembro de 2019, após agressões da namorada Fabíola Pinheiro Bacelar (22).

Davi Gustavo Marques de Souza, de 3 anos, residia no município de Nova Marilândia, a 261 km de Cuiabá, com sua mãe Luana Marques Fernandes, de 25 anos e a namorada dela, Fabíola Pinheiro Bracelar.

Davi Gustavo Marques de Souza, de 3 anos, foi levado morto ao hospital de Nova Marilândia — Foto: Arquivo pessoal

Davi Gustavo Marques de Souza, de 3 anos, foi levado morto ao hospital de Nova Marilândia — Foto: Arquivo pessoal

A época dos fatos, o delegado Marcelo Henrique Maidame, disse que o laudo sobre a morte do menino havia indicado que ele teve um intenso sofrimento físico com graves ferimentos.

De acordo com os autos, numa ocasião, o menino chegou a ser atropelado por Fabíola, que o prensou contra o portão da casa, e quando questionadas sobre os hematomas na criança, elas alegavam que ele havia se machucado jogando futebol.

Luana Marques Fernandes foi absolvida da acusação de homicídio qualificado pelo Tribunal do Júri, realizado em Arenápolis, que teve sua defesa patrocinada pelos advogados criminalistas José Carlos de Almeida Benevides e Nilton Gomes. Mas acabou sendo condenada por crime de tortura com uma pena de pouco mais de dois anos, como já estava presa neste período, acabou sendo colocada em liberdade.

Já Fabíola Pinheiro Bacelar, defendida pelo advogado José Carlos Pereira, foi condenada a 26 anos, 11 meses e 15 dias de reclusão, pois ela seria a autora do espancamento que levou a morte o filho de sua companheira, que na data e horário do crime estaria trabalhando numa empresa da cidade.

 Fabíola Pinheiro Bracelar, 22 anos, e Luana Marques Fernandes, de 25 anos, são suspeitas de matar menino de 3 anos em MT. — Foto: Arquivo Pessoal

Fabíola Pinheiro Bracelar, 22 anos, e Luana Marques Fernandes, de 25 anos, são suspeitas de matar menino de 3 anos em MT. — Foto: Arquivo Pessoal





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/447352/visualizar/