Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quinta - 23 de Junho de 2022 às 15:28
Por: Wellyngton Souza | PMMT

    Imprimir


A | A

O Programa Educacional de Enfretamento e Repressão às Drogas e Violência (Proerd), vinculado à Polícia Militar de Mato Grosso (PM-MT), comemorou 22 anos de criação na noite desta quarta-feira (22.06), em cerimônia realizada com a formatura dos alunos do sétimo ano da Escola Estadual Militar Dom Pedro II - Presidente Médici, no Teatro Cerrado Zulmira Canavarros, em Cuiabá.

O comandante do 1º Comando Regional de Cuiabá, coronel Wankley Correa Rodrigues, destacou a importância do Proerd na formação de crianças e jovens para o combate e enfrentamento às drogas. Nestas duas décadas, o programa já realizou mais de 4,6 milhões de atendimentos em Mato Grosso e somente neste ano foram mais 100 mil em Cuiabá.

"É um número bastante expressivo e significativo. Nós ensinamos sobre educação, disciplina, hierarquia e respeito ao próximo. O Proerd vem para formar e capacitar cidadãos de bem para o futuro. O conselho dado a todos é que não experimentem nenhum tipo de drogas, que escutem nossos instrutores e respeitem seus pais", discursou.

Durante a cerimônia, que também entregou medalhas Mérito Proerd a autoridades civis e instrutores, duas alunas leram redações produzidas sobre os ensinamentos do Proerd, como é o caso de Anny Ellen Pereira da Silva, que afirmou que levará os ensinamentos para toda vida. "A primeira coisa que aprendi foi recusar, a segunda foi explicar os malefícios das drogas e os riscos à saúde e a terceira foi evitar companhia de pessoas de má índole", comentou em sua redação.

Eglá Júlia Santos de Oliveira também discorreu sobre os ensinamentos do Proerd. "Eu aprendi que a nossa vida é feita de escolhas e para isso precisamos saber o que é bom e ruim, o certo e o errado. O Proerd me ensinou como evitar armadilhas pelo caminho", relatou.

Dez alunos do programa também foram selecionados para visitar a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) no próximo dia 27, às 8 horas.

O coordenador do Proerd, tenente-coronel Darwin Salgado Germano, explicou que o objetivo do programa é garantir aproximação da polícia com a comunidade, resgatar a noção de “polícia comunitária”, cujo papel é fundamental na redução da criminalidade e na melhoria da qualidade de vida. Ele ressaltou que os policiais ministram ações educativas dentro da sala de aula com alunos abordando temáticas de valorização à vida, a importância de manter-se longe das drogas e da violência, informações sobre bullyng , direitos e deveres dentre outros assuntos.

"O programa busca contribuir para o fortalecimento da cultura da paz e a construção de uma sociedade mais saudável e principalmente mais segura. O conteúdo desenvolvido pelo Proerd também proporciona um trabalho cooperativo entre a escola e a família", ponderou.

O coordenador da Escola Dom Pedro II - Presidente Médici, tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, João Paulo Nunes de Queiroz, relembrou que a unidade de ensino militar funciona desde dezembro do ano passado no antigo prédio da Escola Presidente Médici, e que havia um grande déficit em relação às ações educativas.

"Desde que transformamos a unidade e solicitamos apoio à Polícia Militar para implantação do Proerd, muitas coisas mudaram e agregaram na vida dos nossos alunos. O programa é muito mais do que o combate às drogas, é um programa que ajuda os jovens a fazerem boas escolhas para sua vida, e consequentemente contribui à formação e currículo escolar".





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/453272/visualizar/