Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Sábado - 10 de Outubro de 2009 às 09:31

    Imprimir


A bronca do técnico Mano Menezes passou a ser a principal motivação do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Distante da disputa pelo título e da briga contra o rebaixamento, a equipe alvinegra tentará provar que continua comprometida diante do Grêmio, às 16h10 (de Brasília) deste sábado, no Pacaembu.

"Preciso cobrar os jogadores, mesmo. O técnico está aqui para isso. O futebol que apresentamos nos últimos jogos está abaixo das nossas condições. Não podemos deixar o nosso nível cair tanto assim, para não iniciarmos o ano seguinte em baixa", discursou Mano, para quem seu time precisa esquecer a Copa Libertadores da América de 2010.

A paciência de Mano se esgotou no empate por 1 a 1 com o Fluminense, a quinta partida consecutiva do Corinthians sem vitórias. A equipe caiu para a 12ª posição, com 39 pontos, depois da série de tropeços. "Se essa campanha se perpetuar, fatalmente começarão a falar sobre rebaixamento", afirmou o capitão William.

Contra o Grêmio, William terá novamente a companhia de Chicão, recuperado de contratura muscular na coxa direita. A novidade, no entanto, é o retorno de Ronaldo. O atacante reclamou de uma tendinite no joelho direito e foi preservado do confronto com o Fluminense.

A dúvida paira no esquema tático escolhido por Mano. O técnico testou o Corinthians com somente dois atacantes (e não mais três) na quarta-feira, mas não contava com Ronaldo. Dentinho é quem corre o risco de perder um lugar no time agora, uma vez que causou irritação no treinador por não comemorar seu gol contra o Fluminense.

O Grêmio, ao contrário, continua vibrante no Brasileiro. Com o ataque mais positivo e a terceira defesa menos vazada do campeonato, está na sétima posição, com 41 pontos, sonhando com uma vaga na zona de classificação à Copa Libertadores da AMérica. Mas não passou de um empate sem gols com o Atlético-PR na rodada passada.

"Pensávamos em conquistar os três pontos contra o Atlético-PR. Agora, somos obrigados a vencer. Esse é nosso único pensamento. O campeonato está na reta final e já perdemos muito tempo", comentou Adilson.

O volante entrará no time no lugar de Souza, suspenso. A mudança fará com que Fábio Rochemback atue mais adiantado. Mesmo que emergencial, essa formação poderá servir para achar a consonância entre ataque e defesa fora de casa, onde o time só venceu uma vez na competição.

"Só que o Grêmio já começou a ter mais constância como visitante e conta com um time muito bem armado", respeitou o ex-gremista Mano Menezes.

Outra alteração forçada ocorrerá na lateral direita, pois Mário Fernandes recebeu o terceiro amarelo diante do Atlético-PR. Léo deverá ser deslocado para o setor, com Rafael Marques compondo o miolo defensivo.





Fonte: Gazeta Press

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/153308/visualizar/