Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Quinta - 19 de Março de 2009 às 13:15

    Imprimir


A decisão foi tomada como ação para reduzir custos e conceder licenças-prêmio.

Para reduzir custos e conceder licença-prêmio a mais de 200 professores, a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) ficará sem aulas durante quatro meses. Depois do fim deste ano letivo, em novembro, as aulas só serão retomadas em março do ano que vem. A Universidade de Mato Grosso passa por sérias dificuldades financeiras e a ordem nos campi é economia. A administração está preocupada com o déficit de R$ 9 milhões.

Em junho de 2008, o governo estadual aprovou um Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para professores e funcionários da Unemat. A mudança gerou um custo de R$ 15 milhões, que não estava no orçamento da universidade. O Estado repassou R$ 6 milhões no fim do ano passado, mas não foi o suficiente. Para este ano foram orçados R$ 96 milhões.

Diante do problema, a universidade precisou cortar custos e o calendário escolar foi reduzido em um mês, e consequentemente o contrato dos professores interinos também. Agora, a instituição passa também por outro impasse: a liberação de mais de 300 licenças-prêmio, que devem ser concedidas ainda em 2009. "Nós estamos antecipando o calendário, sem nenhum prejuízo para a atividade acadêmica", disse o coordenador do campus de Tangará da Serra, Ariel Lopes Torres.

Para os professores, o momento é de sacrifício e solidariedade. Em relação aos professores interinos, a decisão diminui um pouco o período do contrato, tanto agora como no final do ano. "Então, acredito que há um sacrifício de todas as partes", afirmou a professora interina Fernanda Abelha. O professor concursado Sérgio Baldinotti, concorda. "São medidas, que nem sempre achamos agradáveis. Mas são as medidas mininmamente racionais que podemos ter para este período emergencial", frisou Sérgio.

De acordo com o reitor da Unemat, Taisir Karim, o início da aula não será um problema para o andamento dos cursos. "Nós trabalhamos em semestres. Então, para compensar o período do início de março de 2010 e o fim do ano, teremos aulas aos sábados", afirmou o reitor.





Fonte: Redação TVCA

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/163063/visualizar/