Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Nacional
Quinta - 06 de Dezembro de 2007 às 22:59

    Imprimir


O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) decidiu nesta quinta-feira (6) tombar 24 obras criadas pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Outras 11 devem ser também protegidas, segundo o Iphan. As construções foram escolhidas pelo próprio Niemeyer.

Com o tombamento, será necessário que o Iphan autorize e acompanhe quaisquer reformas nesses imóveis, evitando que sofram descaracterizações.

Será possível evitar, por exemplo, que o afresco de Athos Bulcão, no teto da capela do Palácio da Alvorada, em Brasília, seja novamente encoberto por tinta branca. Em setembro deste ano, quando auxiliava na a restauração da capela, o Iphan descobriu essa pintura escondida sob camadas de tinta.

Projeto de Brasília já é tombado

O projeto urbanístico de Brasília, de Lúcio Costa com Niemeyer, já é tombado desde 1990. Isso significa que o Iphan deve autorizar a construção de edificações dentro da cidade, mantendo a divisão dos setores, a constituição urbana, o gabarito (altura) dos prédios. Agora, com o tombamento individual dos imóveis, todas as reformas deverão ser acompanhadas pelo Iphan. As outras obras de Niemeyer já tombadas são: a Catedral e o Catetinho, em Brasília, e o conjunto da Pampulha, em Belo Horizonte.

Segundo o Iphan, todo o conjunto da obra de Niemeyer tem valor cultural e, portanto, um inventário com todas as obras dele deve ser realizado, para que tudo seja preservado. O arquiteto possui no Brasil e no mundo cerca de 200 construções edificadas.

Obras selecionadas

Entre os monumentos de Brasília foram selecionados o Conjunto Cultural da República, constituído de uma praça com um museu e uma biblioteca, ao lado da Catedral de Brasília.

No Rio, a Casa das Canoas, a passarela do Samba, o Centro Cultural Duque de Caxias e o Museu de Arte Contemporânea são algumas das obras que serão tombadas.

Veja a lista das obras selecionadas:

Rio de Janeiro:

1. Casa das Canoas

2. Passarela do Samba - todo o conjunto do Sambódromo

3. Centro Cultural Duque de Caxias

4. Monumento IX de novembro, em Volta Redonda

5. Museu de Arte Contemporânea, em Niterói

6. Caminho de Niemeyer - o Teatro Popular e todos os espaços vazios entre os prédios e o mar, em Niterói

São Paulo:

7. Edifício Copan

8. Conjunto Ibirapuera - Auditório e Palácio das Artes (Oca)

9. Memorial da América Latina e Parlamento

Brasília:

10. Palácio da Alvorada (Conjunto Arquitetônico, incluindo Capela e demais edificações) 11. Capela Nossa Senhora de Fátima

12. Praça dos Três Poderes

13. Congresso Nacional e anexo

14. Museu da fundação de Brasília

15. Palácio do Planalto

16. Supremo Tribunal Federal

17. Casa de Chá

18. Pombal

19. Espaço Lucio Costa

20. Ministérios e anexos

21. Palácio da Justiça

22. Palácio do Itamaraty e anexos

23. Panteão da Liberdade e da Democracia Tancredo Neves

24. Teatro Nacional Cláudio Santoro

25. Quartel General do Exército

26. Residência do Vice-Presidente da República (Palácio do Jaburu)

27. Memorial JK

28. Memorial dos Povos Indígenas

29. Conjunto Cultural da Funarte

30. Espaço Oscar Niemeyer

31. Conjunto Cultural Sul (Museu e Biblioteca, incluindo os espaços entre os prédios)

32. Prédio do Touring Club do Brasil Paraná:

33. Museu Oscar Niemeyer

Goiás:

34. Centro Cultural Oscar Niemeyer

Rio Grande do Norte:

35. Torre no Parque de Natal




Fonte: G1

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/195248/visualizar/