Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Sábado - 25 de Agosto de 2007 às 13:25

    Imprimir


Fluminense e Grêmio se enfrentam neste sábado, às 17h10, no Maracanã, com uma semelhança em seus desempenhos até aqui no Campeonato Brasileiro: a baixa produtividade de seus ataques. Enquanto o time das Laranjeiras marcou 23 gols, a equipe gaúcha tem rendimento ainda pior, anotando 20 em 26 partidas, o segundo pior da competição.

AS EQUIPES

Diferente de outras oportunidades, o técnico Renato Gaúcho não fez mistério e revelou a escalação do Fluminense na véspera da partida. Para o duelo contra o Grêmio, o treinador terá os retornos do goleiro Fernando Henrique e do volante Fabinho. Com os reforços, Ricardo Berna e Romeu deixam o time.

No ataque, apesar do baixo rendimento, Somália e Rodrigo Tiuí estão mantidos, com Soares ficando como opção no banco de reservas. Na lateral direita, Maurício será improvisado, já que Carlinhos e Rafael estão lesionados e não poderão atuar no sábado.

O Grêmio, por sua vez, terá desfalques importantes para o duelo de tricolores. Sem Carlos Eduardo, Diego Souza e Tcheco, suspensos, Mano Menezes deve escalar Ramon ao lado de Marcel no ataque da equipe gaúcha. No setor de meio-campo, Kelly deve atuar ao lado de Anderson Pico na armação das jogadas.

Muito criticado pela torcida nos últimos jogos, Ramon espera ter uma boa atuação longe da pressão do estádio Olímpico, casa do Grêmio.

"O Mano tem me preservado um pouco. Se não fosse o apoio dele e da direção, já não estaria no Grêmio. Tem gente que quer ver dribles e gols, mas eu tento fazer o melhor em benefício do time", disse o atacante.

"A gente sempre treina muito as finalizações e espera que os atacantes engrenem. Por um lado fico triste por não estarmos marcando, mas feliz porque criamos. Falta um pouco mais de tranqüilidade nas conclusões das jogadas", afirmou o técnico do Fluminense, Renato Gaúcho.

Assim como o ataque do time carioca, Somália não marca gols há seis jogos. Para o jogador, no entanto, a escassez de gols está próxima de terminar.

"Não tenho uma explicação para isso. Tenho tido oportunidades em todos os jogos, mas está faltando sorte. O meu pensamento é positivo e espero que as coisas mudem agora no segundo turno, pois meu papel é fazer gols sempre", disse o jogador.

No Grêmio, o atacante Tuta, que era uma referência do ataque da equipe no começo da temporada, não vive um bom momento e ficará no banco de reservas neste sábado. O time gaúcho é o sexto colocado no Brasileiro, com 31 pontos, e tenta neste sábado se reaproximar do G-4 da competição.

Entretanto, o técnico Mano Menezes terá muitos desfalques para a partida contra o Fluminense, que é o 13º lugar com 26 pontos e vem de derrotas para Flamengo e Cruzeiro.

Contudo, se por um lado os setores ofensivos das equipes não vivem um bom momento, Fluminense e Grêmio têm a segunda e melhor defesa do Nacional, respectivamente, com 19 e 20 gols sofridos até o momento na competição.

O time tricolor carioca, inclusive, teve o zagueiro Thiago Silva convocado para a seleção brasileira pelo técnico Dunga nesta semana para o amistoso contra a Argélia, disputado na última quarta-feira, na França.

No lado do Grêmio, o zagueiro Léo disputará a sua segunda partida como titular da equipe de Mano Menezes. Ansioso, o jogador nao vê a hora de jogar pela primeira vez no Maracanã.

"Para mim é um sonho poder atuar no Maracanã. A gente vem trabalhando muito para manter uma seqüência de vitórias, mas sempre com tranqüilidade, pois só assim faremos as coisas direito e conseguiremos um bom resultado no Rio de Janeiro", afirmou Léo, que terá William como seu companheiro de zaga.

FLUMINENSE

Fernando Henrique; Maurício, Thiago Silva, Luiz Alberto e Júnior César; Fabinho, David, Arouca e Thiago Neves; Somália e Rodrigo Tiuí Técnico: Renato Gaúcho

GRÊMIO

Saja; Bustos, William, Léo e Hidalgo; Eduardo Costa, Sandro Goiano, Kelly e Anderson Pico; Ramón e Marcel Técnico: Mano Menezes

Data: 25/08/2007 (sábado) Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro Horário: 17h10 Árbitro: Paulo César de Oliveira (Fifa-SP) Auxiliares: Ednilson Corona (Fifa-SP) e Marcelino Tomaz de Brito (SP)





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/209872/visualizar/