Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Policia MT
Terça - 23 de Abril de 2013 às 08:29

    Imprimir


A Polícia Militar expulsou três soldados de suas fileiras pelas acusações de crimes como homicídio, distribuição de notas falsas e porte ilegal de arma. As expulsões foram publicadas no Diário Oficial do Estado que circulou ontem. 

O caso mais grave foi o que envolveu o soldado reformado Cauê Muniz de Mello, acusado de assassinar uma pessoa no dia 13 de novembro de 2010, em Cuiabá. 

Conforme as investigações, Cauê foi o autor do disparo que matou Valmor Loureiro de Campos. O crime aconteceu no Jardim dos Ipês. 

“Compulsando os autos verifica-se que as testemunhas são enfáticas ao reconhecer o disciplinado como sendo o autor do disparo”, diz um trecho da portaria que determinou a expulsão do PM. 

Já o soldado Auro Riz Pereira foi expulso em razão da descoberta de que ele teria distribuído notas falsas no comércio de Jaciara e Dom Aquino. 

Ainda no processo administrativo, a defesa de Pereira argumentou que o soldado repassou as notas sem saber que eram falsas, agindo de boa-fé. Depoimentos colhidos pela PM, no entanto, mostram que o policial teria continuado o derrame de notas mesmo após ter sido alertado de que se tratava de falsificações. 

O último caso envolve o soldado Leandro Reis de Oliveira, que foi preso em flagrante, em julho do ano passado, com uma arma cuja numeração estava raspada. A prisão aconteceu durante uma ronda da Rotam, na região do bairro Praeirinho. Como ainda estava em estágio probatório, sua demissão ocorreu de modo mais célere. 





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/21827/visualizar/