Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Tecnologia
Quarta - 06 de Junho de 2007 às 05:34

    Imprimir


ATENAS - Um blog de jovens profissionais da Grécia opera para dar vazão as frustrações de maneira mais rápida que se opusessem contra políticos e virassem notícia.

Eles dizem estar cansados de lutar por um salário de 700 euros ou 940 dólares por mês, que não é o suficiente para suprir as necessidades de seus lares e famílias.

O blog é engajado com jovens, educação e desemprego. São mais de 700 hits diários desde o começo em fevereiro.

"O silêncio da maioria, toda a juventude que ganha 700 euros por mês, finalmente tem uma voz", afirmou Thanassis, de 28 anos, um dos fundadores do blog que recusou dar seu nome em função de problemas com empregadores do serviço civil.

"A princípio, o blog foi criado para as pessoas pensarem sobre o cotidiano" diz. "Você considera que as velhas ideologias e os partidos que já existem, os sindicatos não representam você adequadamente? Afortunadamente alguma coisa se mexe nesse impasse", argumenta o web site.

Geração 700

A Geração 700, como o grupo se autodenomina para chamar a atenção ao baixo valor pago aos jovens, quer criar uma agenda sobre mercado de trabalho, segurança social e reformas - não previstas nos programas dos partidos políticos.

Os sindicatos tem falhado na promoção desses interesses junto ao governo central. De acordo com o grupo, não há proteção essencial aos trabalhadores jovens no setor público.

A Adedy, que representa mais de meio milhão de trabalhadores, afirmou que os jovens trabalhadores precisam unir forças para conseguir mudar. "Nós temos uma demanda por um salário-base de 1.250 euros há anos", declarou o presidente da Adedy, Spyros Papaspyros, à Reuters.

"O desafio é que eles venham até nós, sindicato, para continuar nossas atividades por melhores condições de trabalho".

Estado de indigência

Um em cada cinco gregos, ou mais de 2 milhões de pessoas, vivem em estado de indigência apesar do desenvolvimento econômico de cerca de 4% ao ano, o mais alto na União Européia.

O desemprego continua obstinadamente alto, particularmente em função dos obstáculos que a Grécia impõe para empregar e demitir trabalhadores.

Cerca de um em cada três trabalhadores no país paga direta ou indiretamente tributos públicos.

No último ano a Grécia apresentou um desemprego de 8,9%, o mais baixo desde 1998, mas continua acima da média européia, de 7,7%. Estão sem emprego durante um longo período, 55%. Destes, 40% tem menos de 29 anos.

"O futuro para os jovens educados gregos é continuar pagando por todos os erros das gerações antecessoras, o que não é aceitável nem justo", explicou Thanassis, graduado pela Universidade de Cambridge com pós-graduação na Universidade de Atenas.

Para Thanassis, o blog mostra as necessidades sentidas na íntegra por parte da sociedade, e não é um fórum econômico.

"Nós dizemos venham e falem sobre o que machuca você, sobre o que nós podemos fazer para tornar as coisas melhores para nós", ele completou.




Fonte: Reuters

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/223323/visualizar/