Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 04 de Maio de 2004 às 16:08

    Imprimir


Mais de oito mil alunos da Univag, Centro Universitário da Várzea Grande, no Cristo Rei, estão preocupados com a via de acesso à universidade. Na avenida Dr. Paraná, que serve de acesso à faculdade, já ocorreram diversos acidentes por falta de contorno/rotatória nas proximidades.

Preocupado com o alto índice de acidentes e o intenso tráfego, e para manter uma via em melhores condições para os estudantes, o deputado Campos Neto (PFL) indicou ao Executivo, através da Secretaria de Obras, a instalação de uma rotatória.

Segundo a proposta, nos horários de pico essa situação tem se agravado, haja vista, que aproximadamente 5000 mil veículos passam pelo local em razão do grande número de alunos, ocasionando transtornos à comunidade escolar, aos moradores e demais usuários da via de acesso.

Conforme a justificativa do deputado, outro ponto relevante para realização da obra é o fato da construção da ponte Sergio Motta, que liga os municípios de Cuiabá e Várzea Grande, construída com objetivo de desafogar o tráfego de veículos.

Para Pittar de Mello, estudante do curso de Matemática da Univag, a realização da obra é importante. “Sempre passo por ali e vejo motoqueiros e pessoas tentando atravessar o canteiro, pelo fato de não existir uma rotatória no local o que acaba causando acidentes”, ressaltou o estudante.




Fonte: Secom-MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/384079/visualizar/