Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Quarta - 07 de Abril de 2004 às 12:24

    Imprimir


O técnico do Real Madrid, Carlos Queiroz, assumiu toda a responsabilidade pela eliminação de sua equipe da Copa dos Campeões, mas disse que não se preocupa com seu futuro no clube.

"Foi um resultado muito doloroso para todos nós", disse Queiroz depois da derrota por 3 a 1 para o Monaco que garantiu a classificação do time francês para a semifinal.

"Não esperávamos que isso fosse acontecer, mas como técnico do Real Madrid assumo toda a responsabilidade quando não conseguimos os resultados esperados. Sobre o meu futuro, não estou preocupado com o que pode acontecer. Meu trabalho é analisar o jogo e me preocupar com o presente".

Queiroz afirmou que espera que o fim do sonho de conquistar os títulos europeu e espanhol sirva para unir a equipe na disputa do campeonato nacional. "Apesar de estarmos muito tristes com o que aconteceu e por isso ter sido uma experiência muito ruim para o clube, podemos tirar vantagem e abrir as portas para conquistar o Espanhol", disse.

"Espero que o desejo do time em lutar pela Liga seja maior do que nunca. Esse é o momento para todo o time se unir".

Apoio

O diretor esportivo do Real, Jorge Valdano, recusou-se a responder sobre o futuro de Queiroz no clube, mas afirmou que o técnico tem todo o apoio. "Nem mesmo pensamos se Queiroz ficará ou não", disse. "Vamos pensar sobre isso com calma. Hoje tivemos uma noite dolorosa e teremos que ver o que vai acontecer".

O goleiro Iker Casillas demonstrou sua insatisfação com a eliminação do clube afirmando que as atuações do clube já o preocupavam há um bom tempo. "Podia ver isso acontecendo", disse ele à rádio Telemadrid depois do jogo. "Em outras ocasiões, a sorte esteve do nosso lado e os resultados nos acalmavam", declarou.

"Eu vejo o time por trás e sei que não estamos jogando bem, porém isso é apenas a minha opinião e sei que os outros jogadores não pensam assim".

Já o capitão do time Raul mostrou confiança na recuperação da equipe. "É um grande baque e não temos palavras para dizer como todos nós estamos frustrados", afirmou.

"O Monaco foi simplesmente o melhor time. No último mês perdemos a Copa do Rei e a Copa dos Campeões, mas esse time tem a característica de recuperação e vamos dar o nosso melhor para conquistar o Espanhol".



O Real lidera o Campeonato Espanhol com um ponto de vantagem sobre o Valencia e joga com o Osasuna em casa no domingo.




Fonte: Reuters

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/386678/visualizar/