Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Segunda - 05 de Abril de 2004 às 13:53
Por: Fábio Takahashi

    Imprimir


"É inconcebível que a matemática não se relacione a preços, que a física não fale da Fórmula 1, que a química não fale dos grafiteiros." A frase, do assessor especial do presidente Lula, Frei Betto, resume as idéias que foram expostas hoje na conferência Educação Cidadã como Direito Social e Humano, que faz parte do Fórum Mundial de Educação São Paulo.

O professor Bernard Fichtner, da Universidade de Siegen (Alemanha), afirmou que alunos e professores só não perdem o estímulo nas aulas se houver o que ele chamou de "contextualização".

"Não podem existir dicotomias como aluno e professor; sujeito e objeto; mundo interior e mundo exterior."

Fichtner citou exemplos de inovação. O primeiro foi uma escola de ensino fundamental na região de Colônia (Alemanha), em que não existe método pedagógico; os alunos determinam o que vão aprender, sob a supervisão de um orientador.

De acordo com o professor, os estudantes foram avaliados no final do ciclo por uma comissão externa e tiveram rendimento 30% acima da média dos estudantes alemães.

O segundo exemplo foi a Universidade Popular Comunitária, em Cuiabá (MT). Fichtner afirmou que a instituição tem cerca de 500 alunos, a maioria adultos e analfabetos. Não há vestibular, e o curso é dividido em quatro partes: no primeiro, alunos e professores falam sobre suas histórias; no segundo, os educadores ensinam conhecimentos específicos, como informática e física; no terceiro, são feitos projetos de integração à sociedade; no quarto, há troca de conhecimentos.

Atraso

O assessor do presidente Lula afirmou que a escola não prepara os alunos para os problemas cotidianos. "A escola brasileira não fala de dor, medo e sexualidade como experiência efetiva."

Além disso, Frei Betto disse que algumas atividades praticadas atualmente podem prejudicar os estudantes. "Quando se dá um prêmio para o melhor da classe, chama-se todos os outros de incompetentes."

Serviço

O Fórum Mundial de Educação São Paulo vai até domingo. Neste sábado, estão programadas atividades das 9h às 19h. Confira os horários das atividades no site do evento.

As conferências acontecem no Anhembi --av. Olavo Fontoura, 1209, Santana. Telefone (11) 6224-0400.




Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/386986/visualizar/