Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Quinta - 04 de Março de 2004 às 16:29

    Imprimir


Regada à velha rivalidade Brasil x Argentina e com a promessa de ser um dos maiores acontecimentos do boxe mato-grossense em todos os tempos, o Desafio Internacional entre Lino Barros e o lutador argentino Jorge Daniel Guerrero vai agitar o ginásio poliesportivo Robertão (CPA I) a partir das 19 horas desta sexta-feira (05.03). O evento é uma promoção da Secretaria de Estado de Esportes e Lazer (Seel), com apoio da Federação Mato-grossense de Boxe e Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Sedel).

A "noitada" terá como aperitivo quatro preliminares envolvendo lutadores de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e ainda uma luta profissional entre os paulistas Marcos Duarte e Peter Venâncio pela categoria meio pesado. Por decisão do secretário Baiano Filho, a entrada será franca ao público.

Na manhã desta quinta-feira, Lino Barros e Daniel Guerrero, acompanhados de seus técnicos concederam entrevista coletiva à imprensa em um salão no hotel Áurea Pálace. Na ocasião, ainda realizaram a pesagem oficial e falaram da expectativa para o duelo.

EXPECTATIVA - Se considerando bem preparado para a luta, o brasileiro Lino Barros, ex-campeão latino-americano, preferiu adotar o discurso cauteloso. "Não vou ficar prometendo nocaute. Vou respeitá-lo, mas procurando o meu objetivo que é realizar uma boa atuação e chegar a mais uma vitória. Prefiro falar com meus punhos". Lino também fez questão de destacar o valor do confronto:

"Essa é a minha luta mais importante neste momento. "Estou procurando a reabilitação e preciso muito vencer. Uma vitória significa minha recuperação. Sei de minha responsabilidade de representar o meu País, diante de meu povo. Não quero decepcionar", disse o lutador, que, fará a sua estréia diante do público mato-grossense. Ele, que decidiu adotar Mato Grosso como sua terra - mora com a família em São José do Rio Claro - pretende atuar bem e conquistar a torcida.

Nos próximos três meses, Lino deve fazer uma revanche contra o norte-americano Danny Batchelder, que tomou dele o cinturão latino-americano, em janeiro. Com direito à revanche, o brasileiro pretende superar Batchelder e disputar, ainda este ano, o título mundial dos meio pesados da Associação Mundial de Boxe. Lino tem um cartel profissional de 18 lutas. Venceu 17 vezes - foram 16 nocautes - e tem apenas uma derrota (por pontos) em um combate, onde castigou muito o norte-americano Danny Batchelder e acabou perdendo por pontos em decisão surpreendente dos jurados.

ARGENTINO - Por sua vez, o argentino Jorge Daniel Guerrero, não quer saber dos planos de Lino e veio ao Brasil para conseguir uma vitória e também se reabilitar. "Quero oferecer um bom espetáculo e não passa por minha cabeça realizar uma luta de compadres. Meu País tem tradição no esporte, o que me motiva a fazer um confronto para valer. Tenho uma nação torcendo por mim e pretendo alcançar a vitória.

Conforme o técnico do argentino, Alberto Zacarias, seu atleta está preparado para alcançar uma vitória. "Não se enganem com relação ao Guerrero. Ele é um grande pugilista, está se preparando há mais de três meses e vai mostrar serviço". Como amador, o argentino pegou a fama como Jorge "nocauteador" Guerrero. No entanto, como profissional, ainda tem poucas lutas (7, no total), sendo seis vitórias (três por nocaute) e uma derrota por pontos, diante do atual campeão de sua categoria.

As lutas serão apitadas pelos árbitros Denis Sponton e Vanildo Dias de Oliveira, que já estão em Cuiabá. Os combates do desafio Mato Grosso x Mato Grosso do Sul deverão ter no máximo quatro assaltos (três minutos de duração, cada). A semifinal entre os paulistas está limitada em oito rounds. Finalmente o combate internacional entre Lino e Guerrero pode ter até 10 rounds. A Seel pretende organizar um evento de alto nível e para tanto, já anunciou até presença de banda da PM para execução dos hinos nacionais do Brasil e da Argentina.

MASSIFICAÇÃO - Presente na entrevista coletiva, o secretário de Esportes Baiano Filho lembrou que seu propósito é estimular o crescimento do esporte regional. "Aceitei esse desafio e estamos procurando trabalhar com seriedade. O boxe, como outros esportes, merece atenção do Governo e decidi firmar um compromisso com o Lino Barros. Depois desse evento, vamos estudar a introdução, em Mato Grosso, de um projeto para massificar o boxe e descobrir novos talentos, além, de cooperar com a inclusão social. Vejo este evento como o pontapé inicial para o crescimento e a solidificação do boxe no Estado", frisou Baiano, destacando que a imprensa tem dado sua contribuição e pode ter um papel de grande importância no incentivo ao esporte.

Depois da coletiva à imprensa, Lino Barros, Daniel Guerrero e os paulistas Marcos Duarte e Peter Venâncio iniciaram a concentração no Áurea Pálace. O empresário Márcio Fernandes está acompanhando Lino. Ao mesmo tempo, Daniel Guerrero descansa no Taiamã Pálace. A fase de preparação já encerrou e os técnicos limitam a ministrar exercícios leves. Os atletas que representarão Mato Grosso no evento, também estão preparados, conforme o presidente da Federação Mato-grossense de Boxe, Sebastião Borges. Ele destaca que o Estado colocará no desafio alguns de seus maiores nomes, na atualidade, como Faustino José da Silva, Severino de Oliveira e o revelação Maicon Salles. A instalação do ringue deve ser concluída nas próximas horas, na quadra do Robertão.

O TORNEIO - O desafio será um festival. A noitada será aberta com o confronto entre Severino de Oliveira (MT) e Tiago Monteiro (MS), pela categoria galo (54 kg). A seguir, lutam Faustino José da Silva (Cuiabá) e Marcos Araújo (Sinop) em um confronto "tira-teima" pelo peso leve (60 kg). A terceira preliminar envolve Maicon Salles (MT) e Ivan Amorim (MS), pela classe meio-médio-ligeiro.

Depois, lutam Carlos André "Manequim" (MT) e Adilson Tavares (MS), pelo meio médio (64 kg). Já na semifinal, duelam Peter Venâncio (SP) e Marcos Duarte (SP), pela categoria meio pesado (acima de 79 kg). Finalmente, na luta principal, Lino Barros enfrenta Jorge Daniel Guerrero.




Fonte: Assessoria/Seel

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/387413/visualizar/